Especial Publicitário

Branding

Consiste no conjunto de atividades que se destina exclusivamente à gestão de uma marca, atuando desde a sua concepção e continuamente ao longo do seu desenvolvimento.

05:00 · 19.06.2018
Marjorie Cavalcante
Marjorie Cavalcante: ações cuidadosamente planejadas
Thiago Arcoverde
Thiago Arcoverde: trabalho de marca pode gerar muitas vantagens.

O conceito de branding chegou aos ouvidos da empresária Marjorie Cavalcante Teixeira pela primeira vez quando ela cursou a faculdade de Administração. Mas foi no Clube Esmalteria Fortaleza que ela o colocou em prática e até hoje se beneficia dos resultados positivos trazidos pela estratégia. “Trabalhei durante 12 anos com qualidade de serviço e atendimento, e um dos pontos fundamentais é a preocupação com a percepção do cliente, dos funcionários e dos fornecedores com relação à empresa e consequentemente à marca, fundamental para o sucesso do negócio e muitas vezes determinante para sua perenidade”, afirma a empresária.

Foi por esses motivos que ela buscou uma agência de comunicação que trabalhasse com branding para ajudar nessa parte tão estratégica da franquia carioca, inaugurada, em Fortaleza, em outubro de 2016. Marjorie acredita que o branding é de fundamental importância em seu negócio. “Para termos o cuidado necessário de preservação de uma marca, que temos concessão para usar e alavancar cada vez mais, e nos tornarmos referência no nosso ramo e ampliarmos o negócio futuramente. Recomendamos demais o branding para os empreendedores, porque nos tira muitas vezes do escuro e nos norteia”, argumenta a profissional.

BENEFÍCIOS

Segundo Thiago Arcoverde Chisholm, Diretor da Anjo Comunicação, a globalização aumentou a competitividade, e demonstrar diferencial de marca passou a ser necessário, assim como ter um propósito que vá além de um posicionamento. O branding entra justamente aí. Ele desenvolve uma personalidade para a marca, independente de seu porte, tornando-a mais próxima dos consumidores. “Significa contar sua história, elevar o benefício percebido em relação aos seus produtos e serviços e construir seus valores. Isso é capaz de gerar diferenciais competitivos, além de elevar a preferência, pois o público se sente mais identificado com a marca”, esclarece Thiago.

Portanto, se o branding for bem trabalhado, aumentam as chances de as vendas subirem, elevando os ganhos. Além disso, continua Thiago, é possível gerar vantagens, como reforço dos vínculos com colaboradores, aumento na fidelidade de clientes e melhoria na reputação da empresa. Dessa forma, até mesmo os pequenos empreendedores podem se beneficiar do branding, aproveitando-se da estratégia para crescer com solidez desde o início.

Para a empresária Marjorie Cavalcante, desde que começou a trabalhar com a Anjo Comunicação e a adotar o branding, os resultados no Clube Esmalteria Fortaleza são bastante positivos. “Começamos a melhorar a gestão, principalmente identificando nosso público-alvo, sua idade, suas preferências e suas ações. O acompanhamento também do que chega pelas redes sociais, o cuidado com o que publicamos, as oportunidades de melhoria do que as pessoas falam nas redes, tudo isso contribui para a preservação da marca. E o mais importante nesse trabalho é promover e investir de forma mais assertiva possível para atingir nossos objetivos”, explica.

ESTRATÉGIA

Thiago Arcoverde diz que empresas de qualquer setor podem – e devem – trabalhar estratégias de branding. O ideal é começar o trabalho antes do início da empresa, mas não há nada que impeça uma empresa com muitos anos e consolidada no mercado de iniciar o processo. Para quem ficou interessado em aplicar o conceito em seu negócio, o profissional lembra que é preciso muita pesquisa e planejamento para desenvolver uma estratégia. Por isso, ele recomenda buscar uma agência de comunicação que domine esse assunto e seja reconhecida na área para ajudar a definir ações mais precisas.

Ele comenta também que, há algum tempo, era comum que o planejamento estratégico de um negócio fosse desenvolvido com base em análises feitas a longo prazo. No entanto, analisa, as constantes mudanças do mercado exigem que, hoje, as empresas revejam suas estratégias constantemente. “Por isso, se você quer se manter bem posicionado no segmento em que atua e reconquistar seus clientes, é preciso avaliar os resultados obtidos e, se necessário, rever a plataforma de sua marca a todo momento. É aqui que entra o rebrand, processo de reposicionamento de uma marca por meio da reformulação de sua plataforma”, observa.

Thiago explica que nesse momento podem ser redefinidos o conceito, o foco, a linguagem, o nome, o logotipo, a identidade visual, dentre outros elementos da identidade de uma empresa. E um dos principais motivos para esse reposicionamento é se destacar no mercado, diferenciando-se dos concorrentes. Em outras palavras, acrescenta o gestor, com a estratégia de rebranding a marca demonstra um diferencial na comparação com a concorrência.

A técnica do rebranding também é utilizada por motivos de urgência de mudança. “Por exemplo, quando uma marca passa por um momento de crise por ter se posicionado mal ou dado uma opinião polêmica, afetando sua imagem negativamente”, complementa o Diretor da Anjo Comunicação.

CENÁRIO

No caso do Clube Esmalteria Fortaleza, parte do trabalho com branding passa pela elaboração semestral do planejamento estratégico de marketing e pela definição das ações promocionais. “Trabalhamos na preservação da marca, uma vez que é franquia. Todas as ações precisam ser planejadas e cuidadosas para não comprometer a marca e o nome da empresa que apenas temos a concessão de usar”, alerta Marjorie Cavalcante

Como ela, outras pessoas têm buscado profissionais que trabalhem com branding para embasar e alavancar os negócios, revela Thiago Arcoverde. “Antigamente, as pessoas queriam utilizar a publicidade apenas para vender. Hoje, perceberam que, para vender, o produto tem que ser desejado. Então, muitas pessoas e empresas já estão procurando esse trabalho mais
específico”, arremata. 

O QUE É BRANDING?

 

Branding consiste no conjunto de atividades que se destina exclusivamente à gestão de uma marca, atuando desde a sua concepção e continuamente ao longo do seu desenvolvimento. O branding envolve funções de investigação, estratégias, criações, design e, por fim, o gerenciamento constante da marca, com o intuito de acompanhar as suas “expressões” e otimizar relações com os respectivos públicos-alvos, buscando aumentar não apenas o valor econômico, mas principalmente o valor simbólico da marca. Essa consolidação envolve destacar, tornar reconhecida e conquistar a confiança do público.

 

Fonte: Thiago Arcoverde Chisholm, Diretor da Anjo Comunicação

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.