prevenção

Receio de andar e cair outra vez é um dilema

00:00 · 16.06.2018

Déficit de equilíbrio, fraqueza muscular e redução da capacidade funcional facilitam a ocorrência de acidentes, provocando fraturas, debilidade física, isolamento social e sedentarismo especialmente em idosos.

É sobre a necessidade de cuidados nessa faixa etária que trata o Dia Mundial de Prevenção de Quedas (24 de junho), cuja programação será promovida pelo Serviço Social do Comércio (www.sesc-ce.com.br), nos dias 19, 20 e 21, no Teatro Sesc Emiliano Queiroz. As palestras gratuitas tratarão sobre ritmo de vida, concentração e atenção, reeducação postural, funcionalidade e movimento (marcha).

Pós-queda

Um número expressivo de idosos pode desenvolver a Síndrome do Pós-Queda, ou seja, o medo descontrolado de andar novamente, ainda que não apresentem nenhum problema de locomoção. A baixa confiança desenvolve o receio de andar e cair outra vez. Daí a importância da série de cuidados para prevenir a ocorrência de quedas, a começar pelo ambiente doméstico.

O banheiro, por exemplo, é um espaço úmido que deve ser bem iluminado (lâmpadas fluorescentes) para evitar confusões. Barras de apoio devem estar presentes em todo o espaço, mas, principalmente no box e perto do vaso sanitário.

Ter poucos elementos é a premissa básica para o quarto de dormir do idoso. Entre a cama e a parede (ou um móvel) precisa existir espaço para a movimentação. Usar tapetes fixos ao chão, não encerar o piso e ajustar a altura da cama e colchão firme são medidas essenciais.

A sala costuma concentrar tapetes e adornos o que pode ser perigoso. É preciso ter cuidado e enrolar os fios expostos de aparelhos de televisão, ventilador e som com fita adesiva, ou use os espirais que agrupam.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.