Reduz pressão arterial

Uso frequente de saunas pode diminuir risco de AVC, diz estudo

A pesquisa incluiu pessoas de 53 a 74 anos residentes no leste da Finlândia

13:00 · 05.05.2018 por AFP
Sauna
Pessoas que usam saunas regularmente podem enfrentar um risco de acidente vascular cerebral menor do que aqueles que vão não frequentam ( Foto: Divulgação )

Pessoas que usam saunas regularmente podem enfrentar um risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC) menor do que aqueles que não frequentam, de acordo com um estudo realizado na Finlândia. 

O relatório publicado na revista Neurology é o primeiro a avaliar a relação entre o uso de saunas e o AVC, e se baseou no seguimento de mais de 1.600 pessoas durante uma média de 15 anos. 

Os que frequentaram uma sauna entre quatro e sete dias por semana mostraram um risco 61% menor de ter um AVC que as pessoas que foram só uma vez por semana, determinou o estudo. A pesquisa incluiu pessoas de 53 a 74 anos residentes no leste da Finlândia. 

O benefício também foi evidente para os que passaram algum tempo em saunas duas ou três vezes por semana, entre os quais o risco de AVC diminuiu 14% em relação aos que o fizeram uma vez por semana. 

"Estes resultados são interessantes porque sugerem que esta atividade que as pessoas utilizam para relaxamento também pode ter efeitos benéficos sobre sua saúde vascular", disse o autor do estudo, Setor Kunutsor, da Universidade de Bristol. 

"As saunas parecem ter um efeito redutor da pressão arterial, o que pode ser a base do efeito benéfico sobre o risco de AVC", afirmou. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.