Técnica alternativa

Microfisioterapia alivia sintomas da ansiedade

O método pode tratar a ansiedade sem o uso de medicamentos

12:00 · 15.03.2018
microfioterapia
A microfisioterapia é utilizada para tratar males cuja causa seja emocional, mental ou traumática, como é o caso da própria ansiedade, assim como estresse e fobias ( Foto: Divulgação )

A ansiedade é um dos males da vida moderna. Vivemos preocupados com o amanhã, com prazos apertados, contas a pagar, as férias que parecem nunca chegar. Segundo os especialistas Fresia Sá e Sergio Bastos Jr, é possível buscar caminhos alternativos para o tratamento da condição, a exemplo da microfisioterapia que dispensa medicação.

“A forma mais eficaz de combater a ansiedade é descobrir por que ela existe e quais são os gatilhos que permitem que ela aja. Dessa forma, é possível curar a raiz do problema e evitar novas crises”, explica Sergio. Ele e Fresia são fisioterapeutas com especialização em microfisioterapia, atuam na Biointegral Saúde, e fizeram parte da terceira turma de brasileiros que se formou com os criadores da técnica, os franceses Patrice Benini e Daniel Grosjean.

Segundo Fresia, a microfisioterapia tem sido usada para tratar males cuja causa seja emocional, mental ou traumática, como é o caso da própria ansiedade, assim como estresse e fobias: “com a micropalpação realizadas nas sessões de microfisioterapia, é possível encontrar registros de traumas físicos, químicos e psicológicos gravados nos tecidos e nos órgãos e reprograma as células para combater essa memória física, incentivando o próprio corpo à cura”.

Assim como a homeopatia, a técnica atua na causa dos problemas, procurando eliminar a necessidade de medicamentos. Outra característica da microfisioterapia é a abordagem integral, que entende a totalidade do indivíduo, seus hábitos, sua rotina, para estabelecer um processo de cura que seja compatível. Buscar entender as causas da ansiedade é tão importante quanto tratar os sintomas e o desconforto que ela traz. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.