Dicas

Medidas simples reduzem os riscos de câncer de pele

Temporada de férias requer atenção aos cuidados com a saúde

09:00 · 24.12.2017
bebendo água
Com a frequente exposição ao sol, a necessidade de ingestão de líquido aumenta ( Foto: Divulgação )

As altas temperaturas, típicas dessa época do ano, podem ter papel importante no desenvolvimento de diferentes formas de câncer, como o de pele. A Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) reuniu algumas medidas importantes para auxiliar na prevenção da doença. 

Alimentos saudáveis 

Comer bem é um importante passo para a prevenção do câncer. Segundo constatou pesquisa “Panorama sobre Conhecimento, Hábitos e Estilo de Vida dos Brasileiros em relação ao Câncer”, um em cada quatro brasileiros não come regularmente verduras, metade da população não ingere legumes cozidos e nove em cada dez brasileiros não come castanhas, alimentos essenciais para a prevenção da doença. Enquanto isso, 50% da população afirmou que bolos e doces fazem parte de sua dieta. 

“A importância de ter uma dieta balanceada é que leguminosas, frutas, cereais e folhas possuem nutrientes que fortalecem a defesa do corpo, podendo, por exemplo, inibir a chegada de compostos cancerígenos às células. Além disso, durante as férias, a ingestão de alimentos mais leves ajuda a circulação do sangue e a digestão. Portanto, durante os dias quentes da temporada, busque acrescentar mais opções saudáveis ao seu cardápio”, orienta Dra. Clarissa Baldotto, diretora da SBOC.

Hidratação 

Com a frequente exposição ao sol, a necessidade de ingestão de líquido aumenta. Porém, com a chegada das confraternizações de fim de ano, é comum que as bebidas alcóolicas, em alguns momentes ocupem mais espaço na hidratação do que a água. Dois em cada cinco brasileiros ingerem álcool em maior ou menor grau, de acordo com a pesquisa da SBOC. 

“Apesar de termos identificado por meio do estudo que a ingestão de álcool é reconhecida pela população como um fator de risco, sete a cada dez brasileiros dizem saber que beber aumenta o risco de desenvolver alguma forma de câncer, há uma resistência muito grande contra abandonar o hábito. Ao todo, 11% da população diz que não evitaria o consumo de álcool. Para evitar complicações ao longo da vida, prefira, sempre que possível, hidratar o corpo com água e sucos naturais, principalmente, durante o verão”, diz Dra. Clarissa.

Atividade física 

Nos últimos anos, estudos científicos atestaram que indivíduos que mais se exercitaram apresentaram um porcentual menor de diversos tipos de câncer como o esofágico, fígado, pulmão, cólon e mama. Entretanto, 50% da população diz não praticar qualquer atividade física. O problema é ainda mais grave entre as mulheres (56%) e pessoas acima de 50 anos (54%).

Com a proteção adequada contra o sol, o exercicio físico ao livre é recomendado. Segundo a pesquisa, proteger-se do sol é citado por 86% dos brasileiros como uma atitude preventiva importante. Porém, um em cada quatro brasileiros admite que não o faz – índice que aumenta para um a cada três entre os mais jovens com idades entre 18 e 29 anos.

“Para não substituir um hábito maléfico pelo outro, é importante sempre se proteger, aplicando protetor solar sobre a pele, usando óculos escuros e chapéu para evitar o câncer de pele, variedade mais comum entre os tumores no país”, diz a Dra. Andreia Melo, diretora da SBOC. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.