Nutrição

Frutas cítricas podem ajudar a diminuir o estresse

Problema pode ser minimizado pela combinação entre alimentação saudável, prática de atividades físicas e uma boa noite de sono

09:26 · 03.01.2018
estresse
De acordo com especialista, as frutas cítricas são ricas em vitamina C e reduzem a liberação do cortisol ( Foto: Divulgação )

Pesquisa realizada pela Associação do Controle ao Estresse atestou que a população brasileira é a segunda mais estressada do mundo, perdendo apenas para a japonesa. O estudo ainda demostrou que 70% dos entrevistados culpam o trabalho pelo problema. No entanto, o estresse pode ser minimizado pela combinação entre alimentação saudável - com a inclusão de frutas cítricas, por exemplo - prática de atividades físicas e uma boa noite de sono. 

“A química de alguns alimentos pode alterar a produção de substâncias que são responsáveis por transmitir impulsos nervosos no cérebro, portanto, o que comemos interfere diretamente em nosso humor”, explica Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom. Entre as opções que devem ser evitadas, ela destaca o café, chás-preto ou verde, chocolate, álcool, gorduras, frituras e os carboidratos refinados.

De acordo com a especialista, as frutas cítricas são ricas em vitamina C e reduzem a liberação do cortisol, conhecido como hormônio do estresse. “Limão, morango, laranja e tangerina estão entre as principais fontes”, destaca. Outros alimentos também podem auxiliar o combate ao estresse. 

Banana

A banana possui substâncias como triptofano, vitamina B6, magnésio e potássio. “Elas estimulam a produção de serotonina, hormônio responsável por induzir o sentimento de bem-estar, e, consequentemente, ajudam a diminuir ansiedade e irritação”, explica a nutricionista.

Alface

Cyntia conta que o alface contém grande quantidade de lactucina e lactupicrina na composição. “Essas substâncias, presentes no talo do alimento, atuam como calmantes e relaxantes naturais”, esclarece.

Leguminosas 

São eficazes no combate ao estresse, pois, assim como a banana, apresentam elevados níveis de triptofano. “Soja, feijão, lentilha, fava e grão de bico são alguns exemplos de leguminosas”.

Alho

Por fim, a consultora lembra que entre os diversos benefícios à saúde oferecidos pelo alho está o combate ao estresse. “O alimento tem essa característica porque possui vitaminas do complexo B, C e aminoácidos, que limpam as toxinas impulsionadoras do estresse”, conclui.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.