Pequena quantidade

'Diabéticos podem aproveitar a Páscoa sem oscilações de glicemia', diz nutricionista

Chocolate meio amargo ou amargo são as melhores opções, já que utilizam quantidades menores de açúcar

13:00 · 26.03.2018
ovo de páscoa
A quantidade aconselhável para o diabético comer de chocolate ao leite é de no máximo 25g, diz nutricionista ( Foto: Divulgação )

A Páscoa se aproxima e os supermercados estão repletos de ovos de chocolate nas prateleiras. Porém, como os diabéticos podem aproveitar esta época de muito açúcar? De acordo com a nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Cintya Bassi, é possível consumir pequenas porções de chocolate sem que haja um descontrole da glicemia, porém o ideal é que sejam opções de chocolate meio amargo ou amargo, já que utilizam quantidades menores de açúcar e apresentam nutrientes que favorecem à saúde. 

“A quantidade aconselhável para o diabético comer de chocolate ao leite é de no máximo 25g, o que equivale a quatro quadradinhos de um tablete ou um bombom. Isso desde que a glicemia esteja controlada”, esclarece a profissional. “Uma dica é consumir o chocolate após as refeições, substituindo uma sobremesa, assim ajuda a evitar picos glicêmicos, já que as fibras do prato principal fazem com que a absorção não seja tão rápida”.

Quanto ao chocolate diet, a profissional afirma que a modereção também é bem-vinda. “Se for consumido de maneira moderada, pode ser oferecido ao diabético, pois embora sejam isentos de açúcar, podem ser rico em gordura”, explica a nutricionista. Por isso, para aqueles que optam pelo diet com foco em não engordar é melhor trocar pelo amargo ou meio amargo, já que o acréscimo de gordura é bem menor do que no dietético, sendo mais saudáveis. 

Quanto aos tentadores ovos de colher, a boa notícia é que também existem opções deles na versão diet. “Os diabéticos podem aproveitar a Páscoa junto com os demais familiares, desde que sempre atentos às quantidades saudáveis e que não desequilibrem a glicemia e o organismo como um todo”, finaliza Cintya.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.