Dieta

Conheça algumas dificuldades alimentares encontradas na terceira idade

Os problemas relacionados à nutrição podem ser resolvidos, desde que sejam diagnosticados da maneira correta e no tempo certo

08:00 · 04.06.2018 por Estadão Conteúdo
Alimentação / Idosos
Em idade mais avançada, é comum que muitos idosos sintam a sensação da boca seca, um sintoma conhecido como xerostomia ( Foto: Cid Barbosa )

As mudanças fisiológicas oriundas do processo de envelhecimento podem surtir um efeito drástico na nutrição das pessoas idosas. Cada um desses problemas pode ser resolvido, desde que sejam diagnosticados da maneira correta e no tempo certo.

A Associação Brasileira de Casas de Repouso sugere que as clínicas de repouso sigam as instruções recomendadas para a nutrição dos idosos, de acordo com seu estado clínico e suas necessidades especiais

Quando uma pessoa da terceira Idade já apresenta sinais de debilidade física, é preciso analisar seu grau de desnutrição e adotar outras formas de alimentação, como a dieta enteral. A dificuldade no momento da alimentação é uma das consequências do avanço da idade. Entre os principais distúrbios estão:

Disfagia

Pigarros, tosse, engasgos constantes durante a refeição, dificuldade de mastigar e engolir, recusa do alimento e até a falta de apetite são sinais que muitas vezes passam despercebidos, mas podem indicar que os idosos sofrem de disfagia.

A disfagia, quando não diagnosticada e não tratada, pode levar a complicações ainda maiores. Um idoso com quadro de disfagia não tratada pode apresentar desnutrição, desidratação, e infecções respiratórios graves.

Esse distúrbio ocorre a partir de anormalidades no processo de deglutição, que já começa na mastigação. A perda da dentição, do tônus muscular do maxilar, bochechas e língua, o uso de próteses dentárias mal adaptadas e até doenças como AVC e câncer podem desencadear o problema, que pode ser tratado.

Boca seca ou xerostomia

Em idade mais avançada, é comum que muitos idosos sintam a sensação da boca seca, um sintoma conhecido como xerostomia. Esse problema também pode afetar a capacidade de mastigação e deglutição dos alimentos. O ideal, nesse caso, é manter os adultos mais velhos sempre hidratados com a ingestão de água, suco de frutas ou chás, já que isso facilita a mastigação e a deglutição. Vale, inclusive, adicionar na dieta os alimentos mais líquidos, como mingau e vitaminas de frutas, que garantem a absorção de cálcio e evitam a desidratação.

Assistência 

Dependendo do estado clínico de saúde do idoso, manter o tratamento em casa, sem cuidados especiais e sem o auxílio de profissionais de saúde, pode complicar a situação do paciente. Nesse caso, o ideal é buscar o amparo das casas de repouso, que contam com profissionais qualificados para prover aos pacientes o atendimento adequado.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.