Excesso

Confira dicas para evitar a má digestão no Carnaval

Consumo elevado de gorduras e álcool pode estar relacionado a problemas como azia e queimação

09:00 · 10.02.2018
alimentos no carnaval
Em datas comemorativas como o carnaval, a ingestão em excesso de alguns alimentos e bebidas agride a mucosa do estômago e predispõem à azia ( Foto: Divulgação )

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 20 milhões de pessoas sofrem com problemas ligados à má digestão, como azia e queimação. Também conhecida como indigestão ou dispepsia, muitas vezes a enfermidade é causada pela alimentação inadequada e pelo consumo elevado de gorduras e álcool, comum no período carnavalesco. 

Gases, eructações (arrotos) frequentes, náuseas, vômitos, e menos comumente, diarreia ou prisão de ventre, podem ser sinais de indigestão. Em datas comemorativas como o carnaval, a ingestão em excesso de alguns alimentos e bebidas agride a mucosa do estômago e predispõem à azia. Entre os velhos conhecidos dos foliões estão pastéis, espetinhos, porções fritas e salgadinhos, bebidas gaseificadas e alcoólicas, todos frequentemente vendidos nos bloquinhos e nas praias.

Consumo de álcool 

Beber muito líquido durante as refeições faz com que o estômago inche, tornando o tempo de digestão maior do que o necessário e causando mal estar. Já o consumo de bebidas gaseificadas, como refrigerantes, provocam a dilatação do estômago e prejudicam o processo digestivo. Bebidas alcoólicas afetam diretamente as mucosas do esôfago e do estômago, prejudicando a absorção de nutrientes. Porém, elas podem ser intercaladas com água mineral ou de coco. 

Dr. Tomazo Franzini, diretor da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), explica o quão prejudicial é o consumo de bebidas alcóolicas para o sistema digestivo. “Elas são responsáveis por aumentar a acidez do suco gástrico, causando a má digestão, podendo evoluir para gastrites agudas e até quadros mais graves como a inflamação aguda do pâncreas, a pancreatite”, alerta o especialista.

Para que a folia seja garantida, a saúde digestiva também deve ser observada. Lanches frescos, naturais e saudáveis, preferencialmente sem molhos ou maionese, são recomendados, ao contrário das refeições fritas e gordurosas. A alimentação deve ser fracionada durante o dia com prioridade para as frutas, sucos e petiscos. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.