Combate ao Fumo

Campanha defende padronização de embalagens de cigarro

Como a legislação atual proíbe a propaganda comercial de produtos de tabaco, mas permite a exposição nos locais de venda, as embalagens se tornaram um importante canal de comunicação com o consumidor

10:09 · 29.08.2018
Embalagem
As embalagens padronizadas são uma medida para evitar a iniciação ao tabagismo e reduzir o consumo de cigarros ( Foto: Divulgação )

Embalagens de cigarro com cores, formas e elementos publicitários são pensados para atrair novos consumidores. Em vista disto, a Aliança de Controle do Tabagismo (ACT Promoção da Saúde) lança hoje (29), Dia Nacional de Combate ao Fumo, uma campanha sobre a padronização dessas embalagens. 

Como a legislação atual proíbe a propaganda comercial de produtos de tabaco, mas permite a exposição nos locais de venda, as embalagens se tornaram um importante canal de comunicação com o consumidor e público em geral.

Os jovens são os mais expostos. Nove em cada dez fumantes começam a fumar antes dos 19 anos, o que faz do tabagismo uma doença pediátrica. Já a idade média de iniciação ao tabagismo no País é de 16 anos. 

Campanha  

Promovendo a hashtag #EmbalagemPadronizadaJá, a campanha da ACT questiona o marketing da indústria do tabaco para atrair crianças e jovens ao mercado consumidor e estarão disponíveis no site da organização e nos perfis do Facebook, Instagram e Twitter. Também haverá uma petição online, pedindo a aprovação de projeto de lei de adoção desse tipo de embalagem. 

As embalagens padronizadas são uma medida eficaz para evitar a iniciação ao tabagismo e reduzir o consumo de cigarros porque elimina uma das formas de marketing mais utilizadas pela indústria do tabaco: o design atrativo. 

A Austrália foi o primeiro país a adotar esse tipo de embalagem, seguida pela França, Reino Unido e Uruguai.  No Brasil, está em tramitação o projeto de lei do Senado (PLS) 769/15 e teve parecer favorável da relatoria.  Ele estabelece várias medidas de controle do tabagismo, entre elas tornar a embalagem igual para todas as marcas de cigarro, padronizadas em termos de forma, tamanho, modo de abertura, cor, fonte, livre de marcas, design e logos, tirando a atratividade. Sobre o tema,  também tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 1744/2015.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.