performance

FitSport estimula a ação interdisciplinar

Exame genético indica a atividade física e esporte mais adequados ao perfil de cada indivíduo

00:00 · 24.05.2015
Image-0-Artigo-1857009-1
A nutricionista Raquel Pessoa utiliza o método para direcionar as condutas nutricionais de seus pacientes. O FitSport 2.0 estimula o acompanhamento interdisciplinar para a obtenção de bons resultados ( foto: Lucas de menezes )

Hoje já é possível escolher as atividades físicas ou esportes que mais se adequam ao perfil genético de cada indivíduo. Isso pode ser viabilizado com o método FitSport 2.0, teste que identifica, por meio do exame de DNA, quais as predisposições genéticas individuais para conduzir o treinamento esportivo e a atividade física de forma mais adequada e completa, afirma a nutricionista (que atua com emagrecimento, fitoterapia, estética e nutrição esportiva), Raquel Pessoa.

Exemplo

Com o Fitsport 2.0, o nutricionista poderá direcionar melhor as orientações relacionadas à nutrição esportiva. Como exemplo, a profissional que tem pós-graduação em Nutrição Clínica com ênfase em suplementação esportiva (UGF) e em Obesidade e Cirurgia Bariátrica e Metabólica (CIN) diz que é possível verificar se a taxa de lipólise do esportista é baixa, intermediária ou alta.

"A lipólise consiste no processo de obtenção de energia a partir dos triglicerídeos, por meio da oxidação dos ácidos graxos, ou seja, é por meio dela que ocorre a queima de gordura", afirma.

"Neste caso, complementa, se o nutricionista observar que a lipólise do paciente é baixa, é possível utilizar alguns alimentos de ação termogênica para melhorar esse processo, assim como suplementos Já o educador físico poderá criar estratégias no treino para melhorar esse 'ponto fraco' do esportista ou atleta", afirma Raquel Pessoa que atualmente faz pós-graduação em Fitoterapia Clínica (CIN).

Interdisciplinar

Esse exame estimula o acompanhado interdisciplinar, pois auxilia tanto os nutricionistas como educadores físicos. Também outros profissionais da área da saúde, a exemplo dos médicos que atuam na área de medicina esportiva, uma vez que direciona de forma mais minuciosa a evolução de seus pacientes.

O Fitsport foi desenvolvido na Itália e tem como diretor do Conselho Cientifico o Prof. Giovanni Scapagnini, Ph.D. Em Neurobiologia pela University of Catania, professor Assistente do Institute of Neurological Sciences, Italian National Research Council, Catania, Italy e também membro do Blanchette Rockefeller Neurosciences Institute, West Virginia University, Rockville (MD), USA.

Para todas as idades

A aplicação do Fitsport 2.0 não tem restrições, sendo indicado para todas as faixas etárias. Como exemplo, Raquel Pessoa justifica que esse exame "pode auxiliar os pais que desejam explorar a potencialidade atlética de seus filhos. Além disso pode direcionar melhor na escolha do exercício físico para quem está começando agora e saindo do sedentarismo. Também os atletas profissionais, pois permite um treinamento mais eficaz, possibilitando, de maneira orientada, valorizar suas potencialidades e compensar as deficiências em relação ao tipo de treino".

O teste é indolor. É recomendado evitar ingerir qualquer alimento ou bebida, 30 min antes do exame. A coleta é feita com um swab oral (escova especial), sendo o material obtido a partir da raspagem da mucosa da bochecha, e enviado para a empresa que faz as analises na Itália. O resultado sai em torno de 30 dias.

Saiba mais

O Fitsport 2.0 é composto por uma sequência de quatro módulos complementares. Cada item analisa uma área especifica dos dados genéticos;

Predisposição para o tipo de exercício: essa avaliação auxilia na escolha do tipo de atividade física e na melhora da performance dentre outros benefícios;

Capacidade antioxidante: ajuda a nortear a escolha dos antioxidantes ideais para minimizar a produção dos radicais livres ou espécies reativas de oxigênio, que podem prejudicar no condicionamento físico do atleta;

Lipólise: análise que orienta a potencializar a queima de gordura e favorece a conquista de um corpo mais saudável e sarado;

Resposta inflamatória: este exame contribui para avaliar e administrar a resposta inflamatória no tecido muscular, prevenindo as temidas lesões musculares na prática esportiva.

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.