Problemas nutricionais

Falta de vitaminas prejudica os cílios

Cuidados essenciais como hidratar e nutrir os cílios evitam a perda de densidade dos fios e conservam o tamanho

Quando o rímel é volumizador e à prova d'água, ele deposita partículas e provoca espessamento temporário. Nesse caso, ao ideal é usar soluções bifásicas de óleo e água para retirar a maquiagem com algodão macio e movimentos circulares
00:00 · 10.02.2018

A forma de cuidar dos cílios influencia diretamente na qualidade, tamanho e espessura. Segundo a dermatologista Dra. Valéria Marcondes, quando eles começam a sofrer com descamação, ou a cair demais, é sinal de que alguma coisa não está sendo feita corretamente.

A queda de cílios faz parte do processo de renovação das hastes dos fios e ocorre naturalmente a cada quatro meses, respeitando as fases características dos fios capilares. As pálpebras superiores apresentam entre 100 a 150 fios que se renovam em fases e, por vezes, promovem menor densidade, número e tamanho dos cílios.

No caso de alopecia ciliar, há indicação de possíveis problemas orgânicos como blefarite, uma inflamação das glândulas na borda anterior das pálpebras; alergia a maquiagens, carência nutricional e outras doenças autoimunes.

Conforme a dermatologista, a maior causa de queda ciliar ocorre pelo abuso de maquiagem como rímel à prova d'água, uso excessivo de delineador com pigmentos sintéticos e conservantes que provocam sensibilidade e alergia local.

"Além disso, as maquiagens têm validade de uso, sendo que, após abertas, não duram mais do que seis meses e devem ser removidas diariamente. O ideal é usar demaquilantes testados oftalmologicamente", alerta a dermatologista.

A queda dos cílios também pode acontecer por motivos nutricionais, carência ou excesso de substâncias. Os cílios com descamação, mais comum em dias frios, são frequentes em pessoas com pele oleosa e olhos muito secos.

Por causa da baixa umidade do ar, apresentam coceira, vermelhidão e formação de pequenas crostas ou descamação, uma alteração que piora com água quente e vento. "Existe o uso excessivo de cosméticos como cremes com substâncias irritativas ou conservantes e maquiagens que, por vezes, são o meio de contaminação e propagação bacteriana ou fúngica", acrescenta.

"Usar loções de limpeza dermatologicamente e oftalmologicamente testados ou sabonetes líquidos infantis e aplicar cremes de hidratação em base aquosa diariamente são os principais cuidados com a higiene das pálpebras", ensina.

A origem da máscara ciliar é fundamental para a saúde dos folículos ciliares. "Ao aplicá-la ou removê-la, a tração exagerada e o hábito de esfregar com movimentos de vai e vem devem ser evitados. A retirada deve ser feita por loções sem álcool ou água demaquilante micelar e algodão macio e repetido por duas a três vezes delicadamente, quando o rímel e o delineador não são à prova d'água", adverte.

Hidratação tópica

Para a saúde dos cílios, é essencial hidratá-los e nutri-los, não permitindo, assim, que as hastes mais finas e secas sofram fraturas ou fiquem mais finas com tendência à queda. Portanto, quando utilizar o creme da área dos olhos, aplique o produto rente aos cílios ou utilize com cotonete duas a três vezes por semana um óleo como o de rícino derivado da mamona ou um creme à base de pró-vitamina B5.

O próprio dermatologista indica formulações ricas em aminoácidos, silício, ácido hialurônico e vitaminas para ser utilizado à noite ou antes da própria máscara. "O tingimento dos cílios deve ser realizado por um profissional habilitado. Jamais faça o procedimento em autoaplicação. Isso pode causar alergia", afirma a Dra. Valéria Marcondes.

Nutrição e higiene

O uso do curvex requer delicadeza e calma para manuseá-lo. A manutenção deve ser observada, como sua higiene e a famosa 'borrachinha', que deve ser trocada semestralmente e de, preferência, que ela seja de silicone;

O Curvex deve ser utilizado em fios médios e longos que por vezes são mais retificados e precisam de modelagem. É essencial que os fios estejam secos e limpos e que o aparelho possa ser aplicado antes da máscara ciliar para evitar a possível quebra dos fios;

Quando aplicada em várias camadas, a máscara deixa os fios ciliares mais duros e pouco flexíveis. Por isso, a utilização do curvex térmico demanda cuidados de forma redobrada para que a exposição não queime a pele da pálpebra.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.