Saúde e beleza

Efeitos do óleo de coco para pele e cabelo

As propriedades nutritivas do produto ultrapassam sua diversidade de aplicações na culinária

00:00 · 07.04.2018
Image-0-Artigo-2380790-1
Farmacêutica e especialista em cosmetologia avançada, Jackeline Alecrim realizou pesquisa nacional sobre as propriedades do óleo de coco extravirgem. Ela é professora da Universidade Rede Kroton de Ensino-Faculdade Pitágoras de Ipatinga (MG)

Por apresentar propriedades anti-inflamatórias e citoprotetoras, o óleo de coco extravirgem é considerado um agente extremamente benéfico para nutrir a pele e hidratar o cabelo após longos períodos de exposição solar.

Esse é o resultado de pesquisa nacional realizada pela cosmetóloga especialista em desenvolvimento de produtos cosméticos naturais Jackeline de Souza Alecrim.

Jackeline recomenda aplicar uma pequena quantidade de óleo de coco extavirgem tanto no cabelo quanto no corpo antes de a pessoa entrar na água. Assim, pode-se proteger melhor os fios capilares e a pele dos possíveis efeitos negativos que o sal do mar, o cloro da piscina e o sol podem causá-los. "Isso porque o óleo formará uma barreira protetora capaz de minimizar os danos", esclarece a cosmetóloga.

Rico em compostos reparadores, o óleo de coco é ideal para tratar e suavizar a pele após processos de depilação. Além disso, a pesquisadora diz que, ele funciona como uma barreira protetora contra micro-organismos que poderiam atravessar facilmente a pele sensibilizada.

Cuidados com os pés

Os pés também podem ser beneficiados. Por não possuir glândulas sebáceas, essa região é muito susceptível ao ressecamento, principalmente após um dia de praia. Como o óleo de coco é apontado pela pesquisadora como grande aliado na recuperação desse tecido, ele fornece nutrição e prolonga a hidratação dos pés, deixando-os macios e suaves, mais uma vez ele surge como solução.

Basta aplicar uma quantidade suficiente de óleo de coco para umectá-los e deixá-lo por algumas horas ou até mais tempo. "Para segurança e conforto, calce uma meia após a aplicação, de preferência antes de dormir. Assim, o óleo irá agir durante toda a noite na recuperação de regiões ressecadas e ásperas".

No rosto, quando os poros apresentam-se mais dilatados, favorece o acúmulo de sujidades e de toxinas não removidas com a lavagem convencional. Uma alternativa é umedecer um algodão com óleo de coco extravirgem e aplicar na face com movimentos circulares. Isso ajuda a remover profundamente as partículas que obstruem o tecido.

Nutrição labial

Quando misturado em açúcar de coco e aplicado diretamente nos lábios com movimentos circulares suaves, o óleo promove esfoliação leve e nutrição. Assim, evita que os lábios fiquem ressecados e craquelados, o que deixa o efeito do batom ainda mais bonito.

A mucosa genital é sensível à ação de componentes químicos dissolvidos na água da piscina e pode apresentar irritação e comprometimento da microbiota natural após longas horas de exposição. "A aplicação prévia de uma pequena quantidade de óleo de coco extravirgem nesta região pode funcionar como uma barreira protetora minimizando a irritação local", explica Jackeline.

Saúde bucal

Por possuir substâncias com propriedades antimicrobianas, o bochecho matinal com óleo de coco pode combater bactérias que causam mau hálito e favorecer a manutenção da imunidade local.

Os sabonetes em geral, produtos químicos e outros componentes podem remover parte do manto hidrolipídico corporal que funciona como uma barreira protetora da pele contra agressões externas. Por isso, após o banho de mar ou de piscina é interessante repor parte destes componentes. Uma sugestão é aplicar uma pequena quantidade de óleo de coco sobre a pele após o banho, ele irá nutrir, proteger e deixá-la radiante.

Proteção da barba

Conforme a cosmetóloga, engana-se quem pensa que os fios da barba não sofrem com as agressões provocadas pela água do mar e da piscina.

No entanto, assim como os outros pelos e partes do corpo, eles podem ser protegidos com a utilização de pequenas porções de óleo de coco extavirgem. "Nesse caso, o produto funcionará como um excepcional agente nutritivo e evitará que os fios fiquem ressecados e desalinhados", complementa a cosmetóloga Jackeline de Souza Alecrim.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.