coluna

Top.com: preenchimento

Top.com

ZILDA QUEIROZ - rozilda.queiroz@diariodonordeste.com.br • Coluna escrita por Zilda Queiroz

00:00 · 23.06.2018

Para a dermatologista Dra. Thais Pepe, "a falta de cuidados com as mãos deixa a pele dessa área exposta à poluição, à radiação ultravioleta e ao contato com produtos que possuem agentes nocivos para o tecido".

No entanto, com o avanço das pesquisas no campo da estética e da dermatologia, novas formas de tratamento para o envelhecimento das mãos vêm ganhando espaço.

Um deles é o Restylane, preenchedor de ácido hialurônico recentemente aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration). Segundo Thais Pepe, os preenchedores são aplicados por uma injeção subcutânea, sob a pele, acima do tecido que cobre os tendões, ossos, vasos e nervos. "A melhora do volume das mãos é instantânea, e os resultados permanecem por até seis meses", diz a especialista.

Encontro

A relação entre hipercromias e câncer de pele será tema da palestra da fisioterapeuta Ivone Moser, no Café com Ciência. O evento, organizado pela Adcos Fortaleza, acontece próximo dia 25 de junho, de 8 h as 12 horas, no Hotel Oásis, em Fortaleza. As vagas são limitadas. Mais informações pelo telefone: (85) 34863510.

Pele firme

Com o passar do tempo, as fibras de sustentação perdem a força contra a gravidade. Conforme o cosmetólogo Lucas Portilho, o resultado é o surgimento de flacidez da pele que provoca, no rosto, o efeito bochecha de buldogue. "Os ativos mais indicados na reparação das células de colágeno e elastina são os retinoides", ressalta.

Lábios I

Assim como ocorre na pele do corpo, as baixas temperaturas interferem diretamente na hidratação natural dos lábios, que pode apresentar rachaduras, fissuras e até sangrar. Para a dermatologista Dra. Claudia Marçal, "isso acontece devido à pele oral ser extremamente delicada e fina", revela a médica.

Lábios II

Além dos diversos movimentos da musculatura, os lábios entram frequentemente em contato com alimentos, bebidas, saliva e batons com conservantes estabilizantes altamente alergênicos. Portanto, a Dra. Claudia alerta. "Esse é um local que devemos tratar com muito cuidado e usar produtos específicos".

Pré-operatório

Quando se trata de cirurgia plástica, é comum a pessoa se preocupar com a técnica que será utilizada, os resultados e o tempo de recuperação. Porém, de acordo com a cirurgiã plástica Beatriz Lassance, a segurança e o sucesso do procedimento dependem muito do pré-operatório. Os exames anteriores à cirurgia são fundamentais para avaliar se o paciente está apto a se submeter a intervenção e quais são os fatores de risco. "Aproveite as consultas para perguntar o tipo de anestesia, o tempo de cirurgia, os riscos e como será o pós-operatório ", alerta a médica.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.