Coluna

Top.com: Dores nas pernas

Top.com

ZILDA QUEIROZ - rozilda.queiroz@diariodonordeste.com.br • Coluna escrita por Zilda Queiroz

00:00 · 23.12.2017

Uma das principais causas da dor nas pernas é a cãibra muscular ou o espasmo que geralmente desencadeia dor súbita e aguda à medida que os músculos se contraem e podem formar um nódulo visível e duro sob a pele. Conforme a angiologista e cirurgiã vascular Dra. Aline Lamaita, pode haver vermelhidão e inchaço na área circundante. "A fadiga e a desidratação muscular levam a cãibras nas pernas, bem como certos medicamentos, incluindo diuréticos e estatinas". A dor nas pernas também pode ser um sinal de lesão do tipo tensão muscular. Para a Dra. Aline, outra lesão comum é a inflamação de tendão. "Quando a conhecida tendinite inflama, pode ser difícil mover a articulação da região do corpo afetada", revela a cirurgiã.

Renovação I

As preocupações anti-idade geralmente estão associadas ao rosto. "No entanto, a pele do corpo também precisa de cuidados no que se refere à hidratação, para evitar ressecamento e perda de firmeza", alerta o cosmetólogo Lucas Portilho, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma.

Renovação II

De acordo com Lucas Portilho, o anti-idade corporal é formulado com os ingredientes: cosmacol eli, um derivado do famoso ácido lático, conhecido pelos dermatologistas. "Ao contrário do ácido lático, esse composto possui efeito mais suave, promove hidratação e ação queratolítico e dissolve a camada superficial da pele".

Image-0-Artigo-2339265-1
Depilação a laser Indicado para tirar pelos do corpo inteiro, o Solon Diodo é um recurso estético que também trata áreas escuras, como a região genital. De acordo com o dermatologista Dr. Abdo Salomão, no geral, para a eliminação dos pelos é preciso de quatro a seis sessões. "É necessário evitar a exposição solar na área a ser tratada e usar proteção solar sempre".

Image-3-Artigo-2339265-1
Danos aos fios Lugares abafados e o excesso de calor podem comprometer a fibra capilar e corromper a harmonia da estrutura dos fios. De acordo com a dermatologista Dra. Thais Pepe, o ar condicionado também é prejudicial. Ele diminui a umidade do ar e deixa os fios ressecados. "Hidratar o cabelo ou usar leave-in como proteção é o mais indicado", diz a médica.

Image-1-Artigo-2339265-1
Proteção ideal Com relação ao novo guideline mundial, o FPS nunca deve ser abaixo de 30. A dermatologista Dra. Claudia Marçal diz que o ideal para pessoas de fototipos mais claros são filtros acima de 50 no rosto, no pescoço, nas orelhas, no dorso das mãos e no colo. "A quantidade recomendada no frasco nem sempre é aplicada de maneira devida. Então, em algum momento, a pessoa fica com uma fotoproteção muito pior, o que pode fazer com que ela sofra queimadura", finaliza.

 

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.