São José

Santo é padroeiro de sete municípios no Estado

00:00 · 17.03.2018

São muitas as demonstrações de fé, de celebrações de novenário, de missas, procissões em louvor a São José nas cidades, nos distritos e nas vilas rurais dos municípios cearenses.

São José é padroeiro do Ceará e de sete municípios: Aquiraz, Missão Velha, Maracanaú, Catarina, Ubajara, Granja e Potengi, além da Arquidiocese em Fortaleza, da Diocese de Iguatu e de cerca de dez paróquias no Estado, além de centenas de capelas espalhadas em vilas e distritos em todos os 184 municípios.

> Esperanças do homem do campo estão depositadas em São José

Na Catedral de São José, em Iguatu, os festejos crescem a cada ano e estão bem participativos. Neste ano, aborda a temática relacionada à Campanha da Fraternidade - a superação da violência.

Em Lavras da Mangabeira, tem celebrações no sítio Baixio Dois e na sede do distrito de Amaniutuba. Os festejos em louvor a São José contam com a realização de bingos, rifas, quermesse no entorno das capelas.

No fim do século XVII, quando o vale do Cariri era povoado por indígenas refugiados pela repressão dos portugueses, os jesuítas agruparam-se em "missões" para "pacificar" as tribos. As principais delas foram no sítio Cachoeira e de São José, onde se formou o município de Missão Velha. No dia 3 de maio de 1760, foi autorizada, pelo bispo de Olinda, a construção da Igreja Matriz de São José, no lugar da capelinha, daí surgiu a mais antiga Paróquia da região. O santo permaneceu no nome da aldeia, como "São José da Missão Velha do Cariri", até sua emancipação, mas permanece como padroeiro da cidade, que antes teve Nossa Senhora da Luz regendo a fé.

270 anos

Este ano, a fé em São José movimenta a igreja todos os dias. Padres de cidades vizinhas têm prestigiado, pois a Paróquia celebra seus 270 anos. Comidas típicas, parque de diversão e a barraquinha do padroeiro reúnem famílias desde o último dia 10 . Na zona rural, o santo tem alimentado a esperança dos agricultores de Missão Velha.

Desde o dia 10 de março, a festa movimenta o Município. Artistas regionais, de forró pé-de-serra, além de poetas e violeiros diariamente estão no Palco Cultural Cícero Batista Xavier, o Cicéu, que homenageia o músico local, falecido em 2012.

Além disso, o Parque de Eventos vai receber entre os dias 17 e 18, seis shows, contando com Caninana do Forró e Érica Diniz. Tudo aberto ao público. É a programação popular e profana dos festejos. (Colaboraram Antonio Rodrigues e Donizete de Souza).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.