otimismo

Retorno das chuvas ao Sertão Central anima agricultores

Choveu 36,1mm em Quixadá. Foi a segunda maior precipitação deste mês; antes houve registro de 46mm

Nesta rua de um loteamento que fica nas proximidades do Açude Cedro, a paisagem ficou molhada e mais bonita, embora tenha afastado os transeuntes que estavam passeando ( FOTO: ALEX PIMENTEL )
00:00 · 30.03.2018 por Alex Pimentel - Colaborador

Quixadá. A expectativa de um bom inverno para a população do Sertão Central neste período de feriadão aumentou após a chuva de 32 milímetros na tarde dessa quinta-feira (29), De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) foram registradas precipitações em 202 municípios. As maiores foram 121mm, em Ipu; 120mm em Hidrolândia, 98mm em Reriutaba e 92mm em Pires Ferreira.

Faltando um dia para o encerramento de março, Quixadá, no Centro do Estado, deverá fechar o mês com um desvio negativo pluviométrico de 35%. No mês choveu apenas em cinco dias. Mesmo assim, o clima dessa quinta-feira na região voltou a alegrar principalmente os agricultores. Das 7h da manhã até o fim da tarde, por volta das 17 horas, o pluviômetro instalado ao lado do escritório do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), no Açude Cedro, havia registrado 36,1mm. A segunda maior precipitação desde o segundo dia do mês, quando foram apontados 46mm.

Conforme o agente de segurança do Dnocs, Wagner Moraes, os dados da coleta do pluviômetro são fornecidos todas as manhãs pela administração do Açude à Funceme, logo após o último recolhimento do período das últimas 24 horas, às 7h da manhã. O retorno das nuvens carregadas no entorno do Açude foi um alívio, comentou o funcionário, na expectativa de continuar realizando, nos próximos dias, a coleta com água transbordando no aparelho.

Noutras regiões do Município, como no distrito de Riacho Verde, os moradores garantem ter chovido 82mm. Em Ibaretama, em algumas localidades, a chuva ultrapassou os 100mm. Foi o caso de Nova Vida, com 110mm. A água voltou a correr no Riacho do Feijão, com destino ao Açude Batentes, de onde muitas famílias e carros-pipa captam água para o abastecimento humano. Os moradores festejaram após quase um mês sem chuvas. Todavia, o registro oficial do órgão meteorológico em Ibaretama foi de apenas 30mm, seguido de Choró, com 24mm; Itatira, com 22,2 mm; Quixadá com 18,2mm.

Em Quixeramobim e Boa Viagem, onde o quadro hídrico é mais crítico, com seus principais açudes secos, foi onde choveu menos, 10,2mm e 5mm respectivamente.

Melhora

Se depender da previsão da Funceme, a situação deve melhorar nos próximos dias. Um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) junto à atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de chuvas no período invernoso do Ceará, que tinha se afastado, está de volta. A diminuição da estabilidade atmosférica também está ajudando. "Esses sistemas deverão continuar provocando boas chuvas durante o feriadão", divulgou o meteorologista David Ferran.

A Coordenadoria da Defesa Civil do Ceará (Cedec) até emitiu alerta de risco de chuvas intensas no Estado durante o feriado prolongado da Semana Santa. A mensagem da Cedec para o feriado prolongado foi a primeira emitida através do serviço de SMS disponibilizado pela Defesa Civil. O serviço gratuito foi iniciado neste mês de março. Para se cadastrar, é preciso enviar uma mensagem de texto com o CEP de interesse para o número 40199. É permitido cadastrar mais de um CEP. Basta enviar mensagens individuais contendo cada CEP de interesse.

Para hoje (30) a previsão é de céu nublado com chuvas no Centro-sul, no Maciço de Baturité e na Serra da Ibiapaba. No litoral, há possibilidade de nebulosidade variável, durante todo o dia. No sábado (31), a nebulosidade variável deve continuar, mas com eventos de chuva em todas as regiões do Estado.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.