TEMPO DE PLANTAR

Profeta diz que chuvas no Cariri só em maio

01:04 · 19.02.2010
( )
Tradição herdada do pai, o profeta das chuvas, "seu Lino", faz novo prognóstico para as chuvas no Cariri

Crato. "O inverno no Cariri só vai começar em maio. Por enquanto, são somente chuvas esparsas que garantem a pastagem do gado, mas não apresentam umidade suficiente para o plantio". A avaliação foi feita pelo profeta de chuvas Lino Alves Martins, residente na cidade de Missão Velha.

Já meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), Eduardo Peixoto, reafirma a previsão anterior que é de chuvas abaixo da média, de fevereiro a maio. No caso do Cariri, onde as precipitações são maiores, a média de janeiro a maio é de 761 milímetros.

A 3ª previsão oficial para o semiárido nordestino, segundo Peixoto, deve ser divulgada no próximo dia 22, ao final de uma reunião que está sendo realizada em Natal (RN), com meteorologistas dos centros de pesquisa da Região Nordeste, do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e Instituto Nacional de Metereologia (Inmet).

Essa é terceira vez que os especialistas se reúnem para fazer a previsão para o inverno no semiárido nordestino. As outras duas reuniões foram realizadas em Campina Grande (PB), em dezembro, e em Fortaleza, no mês de janeiro. Nesses dois encontros, a previsão foi de que o inverno no semiárido seria de normal a abaixo da média, com uma pré-estação chuvosa (janeiro e fevereiro) de chuvas fortes, principalmente no sertão do Nordeste. Eduardo Peixoto antecipa que o quadro provavelmente não vai mudar.

Em parte, a avaliação dos meteorologistas coincide com as previsões do profeta que, no mês de janeiro, advertiu os agricultores quanto à falta de chuvas. Seu Lino, como é conhecido, afirmou que previu a irregularidade de chuvas em dezembro, janeiro e fevereiro. Ele avisou para os agricultores que o consultam que não plantassem, porque as chuvas só seriam intensificadas a partir de maio.

As experiências do profeta estão fundamentadas nas datas religiosas do ano: Dia de Santa Luzia, Natal e Ano Novo. No amanhecer destas dias, ele observa sinais que o orientam sobre período invernoso. No entanto, as mais importantes indicações, na sua avaliação, é o posicionamento da estrela D´Alva e a direção dos relâmpagos.

No momento, a estrela D´Alva está no poente. "É sinal de chuvas fracas. Quando ela passa para o nascente, as chuvas aumentam", afirma.

No caso dos relâmpagos, ele afirma que "quando eles estrondam no nascente, pode botar o pote na biqueira porque é chuva na certa. Aí sim, você pode plantar". Ao fazer este comentário, o profeta explica que, por enquanto, as trovoadas estão concentradas no poente, o que, segundo afirma, é sinal de pouca chuva.

Natural da zona rural de Iguatu, seu Lino, que sempre trabalhou na agricultura, aprendeu com o pai estas experiências de observar a natureza. Ele acrescenta que, quando morava no Sítio Emboscada, suas pesquisas eram feitas também com a floração das plantas.

ANTÔNIO VICELMO
Repórter

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.