´Primeiro, Aprender!´ incentiva estudantes - Regional - Diário do Nordeste

Ensino médio

´Primeiro, Aprender!´ incentiva estudantes

27.05.2008

Seduc introduz metodologia para incentivar o aprendizado de Português e Matemática

Iguatu. Com mais de 50% em reprovação e abandono de escola, os alunos do primeiro ano do Ensino Médio representam o gargalo da precariedade do ensino público de boa qualidade. Para reverter esse quadro, a Secretaria de Educação Básica do Estado do Ceará (Seduc), lançou, ontem, o Projeto “Primeiro, Aprender!”, visando principalmente incentivar o aprendizado nas disciplinas de Português e Matemática.

O lançamento ocorreu em cada escola de Ensino Médio do Ceará e no total cerca de 160 mil alunos do 1º ano do Ensino Médio, matriculados em 537 escolas públicas estaduais, vão participar do projeto. Na prática, ocorre, a partir de hoje, uma intervenção no currículo dessa série. Durante 12 semanas, até setembro próximo, os estudantes vão receber conteúdos diferenciados, com o foco para as disciplinas de Português e Matemática.

Em Fortaleza, a titular da Seduc, Izolda Cela, disse que essa iniciativa se baseou nos indicadores dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) realizado em 2006. A pesquisa feita com alunos da 8ª

série, do Ensino Fundamental, e 3º ano do Ensino Médio, demonstrou que a principal carência está nas disciplinas de Português e Matemática, com pontuação muito abaixo da média desejada.

Para Izolda, esses dados, somados aos altos índices de reprovação e abandono da escola, principalmente, no primeiro ano do Ensino Médio, mostram que é preciso concentrar esforços, no sentido de melhor a metodologia didática. Conforme ela, o grande desejo é que o aluno chegue ao final do Ensino Médio com sucesso. “Sucesso na escola significa aprender para valer e nesta caminhada uma questão é essencial: ler bem”, ressalta.

Os técnicos da Seduc sabem que se não houver ações, mesmo pontuais, para tentar diminuir o quadro de reduzida aprendizagem, a situação tende a piorar com o passar dos anos. O “Primeiro, Aprender!” permitirá que o estudante aprimore suas competências e possa ser considerado um bom leitor. Para desenvolver o trabalho, a Seduc capacitou os profissionais das unidades de ensino e elaborou material didático específico que apoiará a intervenção pedagógica que segue até setembro. O investimento abrange recursos da ordem de R$ 5 milhões.

A perspectiva da Seduc, no entanto, é de que até 6 de junho a totalidade dos estabelecimentos esteja inserida. Durante as aulas de Língua Portuguesa, História, Inglês, Filosofia, Educação Física, Artes e Língua Portuguesa, os professores vão ensinar os seus conteúdos, tendo como foco a melhoria da leitura. Para fortalecer a Matemática, com enfoque no raciocínio lógico, entram os professores de Química, Física, Biologia, Geografia e da própria disciplina.

Centro-Sul

Na região Centro-Sul, nos sete municípios que integram o Centro Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede 16), 4.385 alunos vão participar do programa. A coordenadora do Crede, em Iguatu, Laênia Chagas, lembrou que está em andamento, desde o ano passado, o Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic), mas que, diante do quadro de baixa aprendizagem dos alunos em séries mais avançadas, era necessário que novas ações fossem desenvolvidas. “Não podemos esperar que os alunos de hoje terminem o Ensino Fundamental melhor qualificado. Precisamos agir agora para alcançarmos quem está começando o Ensino Médio”.

A professora Ione Carvalho, responsável pela aula inaugural no auditório do Liceu de Iguatu, ontem, foi taxativa ao afirmar que para o programa obter êxito é necessário uma mudança na postura dos professores e dos alunos. “O programa apresenta todo o conteúdo, mas requer mudança de conduta em sala de aula. Os estudantes devem mostrar interesse na aprendizagem”.

Enquete
O que você espera do programa?

Ione Carvalho
Professora
"É uma excelente tentativa para melhorar a aprendizagem. É preciso ter mudança de postura dos alunos e professores."

Kayk Gomes
Estudante
"Espero aprender mais com a introdução desse projeto, porque tenho dificuldade na matéria de Português."

Maria Evaneide Pereira
Estudante
"Eu espero que essas aulas façam com que eu aprenda com mais facilidade. É uma boa idéia esse programa."

HONÓRIO BARBOSA
Repórter



Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999