Espetáculo

Emoção e grande público marcam encenação da Paixão de Cristo em Icapuí

Com a comunidade no palco e na plateia, milhares de pessoas encontraram-se durante as duas noites da peça teatral do maior julgamento da história

21:11 · 31.03.2018 / atualizado às 21:18
Paixão de Cristo Icapuí
Espetáculo lotou um campo de futebol do município do Litoral Leste cearense ( Foto: Rafael Crisóstomo/Divulgação )
Choro emocionado dentro e fora dos palcos marcam a apresentação do espetáculo "A Paixão de Cristo" no município de Icapuí, no Litoral Leste cearense. Com a comunidade no palco e na plateia - e os cenários gigantes dentro de um campo de futebol -, milhares de pessoas encontraram-se durante as duas noites da peça teatral do maior julgamento da história, num resgate após 27 anos desde a última grande encenação no município.
 
Do gari ao empresário, do aposentado aos gestores municipais, todos atuaram no espetáculo do município mais oriental do Ceará. Uma multidão ocupou o campo de futebol na Serra de Icapuí, entre moradores assistindo aos familiares no palco e centenas de turistas que visitaram a cidade no feriado da Semana Santa. 
 
"Lindo demais, chega me deu uma coisa boa no coração. Parecia tão real", emociona-se a aposentada Ozanira Alves. Ela sentou cedo na arquibancada para conferir o espetáculo dividido em duas partes: na sexta-feira, com a vistoria de vida e paixão de Cristo, seguida na noite deste sábado, com a morte e a ressurreição. O evento também foi a oportunidade para o vendedor ambulante Rubens dos Santos, que trabalhava enquanto assistia à peça pelos telões na extensão do campo.
 
Identidade local
 
Realizado pela Associação Renascer em Cristo e patrocinado pela Prefeitura Municipal, o evento era um sonho antigo da comunidade. "Seu Dedé", o carpinteiro que projetos todos os cenários, não escondia a emoção de ver o sonho realizado: o teatro e uma multidão lotando o campo de futebol. Para Freitas Filho, secretário municipal de Cultura e Juventude, a "Paixão" mostra a identidade dos moradores para as manifestações culturais. "É um sentimento que volta a crescer", conclui.
 
"Toda a comunidade se engajou, tudo com a produção local, e isso é muito importante. A Paixão de Cristo volta ao calendário cultural do município. A Prefeitura assumiu o seu papel, patrocinando este momento para a comunidade e os visitantes, e acreditamos que no ano que vem será ainda melhor", afirma o prefeito Lacerda Filho.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.