Microempresa fabrica jalecos e gera emprego em Paramoti - Regional - Diário do Nordeste

Pequenos negócios

Microempresa fabrica jalecos e gera emprego em Paramoti

14.03.2013

Linha de fábrica da "Nos Trinks Modas", que especializa-se em uniformes brancos destinados aos profissionais da saúde. A empresa já está vendendo para as regiões Norte e Nordeste, em um mercado cada vez mais crescente

Paramoti Jalecos bordados fabricados neste município estão vestindo médicos do Norte e Nordeste do Brasil. Nos diversos hospitais e postos de saúde das duas regiões, profissionais já estão usando as roupas brancas fabricadas na microempresa "Nos Trinks Modas".

Segundo o proprietário da microempresa, Francisco Carlos Castro, que está no mercado há 12 anos, no começo eram apenas quatro pessoas. Hoje, já são 14 profissionais que trabalham diariamente para atender a uma clientela crescente.

"Estamos fabricando 100 peças por dia ao custo de R$ 35,00. Temos funcionários bordando nas cidades de Caridade, Palmácia, Maranguape, Pentecoste e Paramoti. Eles usam apenas a agulha e linha para deixar o uniforme bem diferente, onde o toque de elegância prevalece´´, explica Francisco.

"Nos hospital do Norte e Nordeste, há médicos ou enfermeiros vestidos com nossas peças´´, comemora o microempresário, que pretende expandir seus negócios para o Brasil inteiro.

A enfermeira Elizângela Santos exibe, com orgulho, no Hospital da cidade, Dr. Aramis Paiva, um jaleco feito em Paramoti. "É um material de fino acabamento e que nos dá conforto e segurança na hora de trabalhar´´, disse.

A professora Maria do Socorro Sousa Carlos, esposa do microempresário, ajuda nos fins de semana no trabalho de acabamento das peças, colocando os botões. "Estamos conseguindo dar um grande salto nesse empreendimento. Graças a Deus, tudo caminha muito bem, porque nossos funcionários são dedicados´´, frisa.

A funcionária da empresa, Vanusa Sousa dos Santos, diz que antes de conseguir o emprego, era apenas doméstica e não ganhava nada. "Hoje consigo juntar um dinheirinho e manter minha casa. O dinheiro é bom e assegura o cumprimento das minhas necessidades´´, garante.

O prefeito de Paramoti, que também é médico, Samuel Boyadjian, vai encaminhar à Câmara Municipal uma mensagem para criar uma secretaria específica para cuidar da captação de recursos e implantação de novas fábricas na cidade.

"Estamos buscando junto ao Sebrae, à Agência de Desenvolvimento do Ceará e às Secretaria de Planejamento e Gestão, do Trabalho e Desenvolvimento Social e das Cidades projetos que valorizem a implantação de novos empreendimentos e fortaleçam a economia local e, assim melhorar a economia do município´´, salientou.

Quanto à fábrica de Jalecos, lembrou que o produto é de boa qualidade. "O uniforme branco remete à ideia de competência, higiene e confiança. Sem contar que são mais práticos e fáceis de usar. Com eles, os profissionais da área estão perfeitamente paramentados sem ter que quebrar a cabeça todos os dias para escolher uma roupa para ir trabalhar", observa o gestor.

Ele alerta que jalecos, só dentro do consultório. "Ao sair, deve ser trocado para não ficar trazendo e levando micróbios de um lado para outro. Outra boa ideia é ter mais de um jaleco limpo no local de trabalho, caso aconteça algum acidente".

ENQUETE

Quais os benefícios da nova fábrica?

"Hoje, todos nós estamos colhendo os frutos de uma luta árdua, mas que valeu por conta da nossa vontade de crescer ao decidirmos instalar este empreendimento que está gerado emprego e renda para todos"

Francisco Carlos Castro

Microempresário

"Quando começamos esse projeto, nosso grupo de funcionários era reduzido, era menor, mas, atualmente, já estamos com uma equipe de 14 pessoas trabalhando na produção que só faz crescer"

Maria do Socorro Sousa Carlos

Professora

Mais informações

Fábrica de jalecos

"Nos Trinks Modas"

Rua 25 de Janeiro, 456, Centro

Paramoti

Telefone: (85) 3320.1226



 

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999