trânsito

Mais 14 novas cidades devem passar a gerir o serviço

00:00 · 12.08.2015
1
Aquisição de equipamentos de sinalização e reforço na educação no trânsito são algumas das medidas adotadas pelo Demut, em Limoeiro ( FOTO: ELLEN FREITAS )

Limoeiro do Norte. Segundo o presidente da Comissão estadual de Trânsito (Cetran), Luiz Tigre, outros 14 municípios já ingressaram junto ao Conselho para começarem a aplicar a promulgação normativa 296 de 2008, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

>Municipalizar trânsito é desafio

Apesar de parecerem poucos, o Ceará está em destaque no cenário nacional como o primeiro Estado do Norte e Nordeste e o quinto do Brasil em número de municipalizações.

Só não são maiores porque algumas prefeituras alegam falta de recursos e outros gestores municipais temem perder votos. A esse respeito, o presidente ressaltou que Sobral foi o primeiro do Estado.

Na época, Cid Gomes era o prefeito. Em seguida, ele foi eleito governador do Estado.

Zona Norte

Sendo o primeiro município a municipalizar seu trânsito, em agosto de 1998, Sobral integrou-se ao Sistema Nacional de Trânsito em 1998. A municipalização deu competência no âmbito das fiscalizações, organização e penalidades das infrações. Hoje, tem cadastrados 79.517 veículos, dentre eles 50.005 são motocicletas e motonetas, além de 20.918 automóveis.

Para Valder Duarte, profissional liberal, trouxe mais rapidez nas questões relacionadas ao trânsito. "Antes, todas as questões eram enviadas a Fortaleza e se perdia muito tempo nas burocracias. A medida ajudou a facilitar a resoluções das questões, além de aproximar mais as pessoas dos órgãos competentes".

O mototaxista Emanoel Vasconcelos circula todos os dias pelas principais ruas e avenidas da cidade e acha que algumas mudanças prejudicaram a mobilização. "Alguns trechos ficaram mais complicados, com a mudança de vias, mas essa engenharia toda continua a acontecer. Bom é saber que o município está mais próximo na resolução das questões de trânsito", afirmou.

"Com a Municipalização do Trânsito, conseguimos realizar trabalho mais intenso de fiscalização e engenharia, principalmente realizar um trabalho voltado para a educação de trânsito nas escolas conversando com alunos e praticando atividades voltadas para o respeito à sinalização", afirma o coordenador de Trânsito da CTTU, Antônio do Nascimento Lino.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.