Gaiolas de peixe mudam paisagem no Açude Orós - Regional - Diário do Nordeste

TILÁPIA EM CATIVEIRO

Gaiolas de peixe mudam paisagem no Açude Orós

05.06.2006

Aos poucos, a presença de gaiolas para criação de peixes em cativeiro da espécie tilápia começa a mudar a paisagem do Açude Orós, o segundo maior do Ceará. A nova sistemática vem quebrando a rotina de dezenas de famílias e abre perspectiva para ampliar a renda dos pescadores e gerar oportunidades de novos empregos.

O projeto de criação de peixes em gaiola começou no final de 2004, a partir da implantação do Novo Pronager, que agora é denominado Programa de Organização Produtiva de Comunidades (Produzir), pelo Ministério da Integração Nacional em parceria com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (ONU/FAO).

O objetivo do Produzir é combater a situação de desemprego e subemprego em comunidades pobres. Grupos de pescadores veteranos e novatos foram capacitados nas localidades de Jurema e na sede, Sítio Cedro, próximo à parede do reservatório. No início, cada família recebeu quatro gaiolas, alevinos, ração e financiamento através do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

O coordenador do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Orós, entidade parceira, Paulo Landim, está otimista com o andamento do projeto. “Nas comunidades, o clima é de esperança, há muito trabalho e vontade de produzir”, disse. “Acredito que, até o final do ano, cada família terá uma renda mensal média de R$ 600,00”.

A nova forma de criar peixe é novidade para os pescadores. Alguns são veteranos, como Edmilson Xavier, que é acostumado a utilizar canoa e rede para capturar o pescado. “A gente trabalha muito e tem pouca renda porque nem sempre consegue muito peixe”, disse. “Aqui nas gaiolas, a coisa é diferente. O peixe está em nossas mãos”.

Na localidade de Jurema, 25 famílias participam do projeto. Foram implantadas 100 gaiolas a partir do financiamento do Pronaf modalidade C. “Começamos com dez gaiolas que foram cedidas pelo programa para treinamento”, contou o pescador José Ferreira. “Já fizemos uma despesca e gostamos do resultado”. Por ano, há possibilidade de dois cultivos.

O programa tem a meta de atender a 100 famílias por meio do financiamento do Pronaf, pelo Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS), do Banco do Brasil. Recentemente, houve o peixamento de 40 mil alevinos. “A nossa programação é atender a 10 gaiolas a cada mês”, explicou Landim. “A produção ocorre a partir do quarto mês”.

Algumas famílias trabalham no processamento do pescado, que permite extrair o filé, fazer bolinha, isca, fishburguer, curtir a pele e obter da carcaça sabão e farinha de peixe. “Na Semana Santa, todo o nosso estoque foi vendido”, disse Ferreira. “Outras famílias estão vendo o resultado e acreditando no sucesso do projeto”.

No Sítio Cedro, próximo à sede urbana, há um grupo de 15 famílias. As gaiolas estão repletas de alevinos e os pescadores trabalham no acompanhamento da produção e na alimentação do pescado (colocação de ração). No início, chega a ser 12 vezes por dia, mas o serviço é dividido. Cada família só trabalha a cada 15 dias. Esposas e filhos estão envolvidos no projeto.

O produtor Josué Martins conta que sempre pescou com o pai, utilizando redes no Açude Orós. Agora está vivendo uma nova experiência. “Já fizemos uma despesca na fase do treinamento e gostamos do resultado”, disse. “Estamos aguardando a próxima e esperamos ter um bom lucro”.

A perspectiva é de ampliar a criação de peixe em gaiolas na bacia do Açude Orós, atendendo a famílias em cinco localidades. Os moradores estão sendo capacitados no sistema de produção, associativismo e gerenciamento. “Um empresário do setor visitou recentemente o projeto e pretende implantar um frigorífico para beneficiar o pescado para exportação”, contou Paulo Landim. “Estamos animados com a possibilidade de expansão do sistema produtivo”.

Honório Barbosa
sucursal Iguatu




Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999