Tejubode

Feira de Ovinos e Caprinos destaca sustentabilidade

00:00 · 13.10.2017
Image-0-Artigo-2309500-1
O caprino se destaca, no Semiárido brasileiro, pela sua força e resistência às adversidades climáticas, sendo considerado o tipo de criação ideal

Tejuçuoca. Situado na região do Vale Médio do Rio Curu, a 145 quilômetros da capital, Fortaleza, este Município realiza, de sexta a domingo (13 a 15), a sua tradicional Feira de Ovinos e Caprinos, considerada o maior evento da região para animais de pequeno porte.

A Tejubode, que traz neste ano o tema "A Convivência do Semiárido Sustentável", tem programada uma série de atividades a ser realizada em seu Parque de Exposições, onde o visitante poderá participar de palestras sobre novas tecnologias no campo, concurso de cabras leiteiras, escolha dos melhores ovinos e caprinos, gastronomia, além da exposição de animais, feira de artesanato, e apresentações culturais.

O principal objetivo da Tejubode é o desenvolvimento regional sustentável como proposta geradora de riquezas e a consequente melhoria da qualidade de vida da população, de pouco mais de 17 mil habitantes, inserida no contexto do Semiárido. A Feira de Ovinos e Caprinos é um dos pontos altos da festividade, atraindo um grande número de pessoas a cada ano. Nesta edição, cerca de 38 criadores participam com seus animais, sendo que 98% do espaço da exposição reservado aos produtores do próprio Município.

Economia local

O Parque de Exposições, onde a festa ocorre, se estende por uma área de 2,09 hectares, onde são esperados cerca de 20 mil visitantes, por dia de feira. Para a economia do Município, a renda gerada neste período reforça o quanto tem sido importante manter a Tejubode como a principal festividade da região.

"A feira tem uma grande aceitação de público, se tornando, também, importante espaço para os produtores da região. O bode é um marco na história do nosso município, pela sua força e resistência. Apesar dos anos de chuvas escassas, esses animais de pequeno porte nos provam, a cada dia, que a sustentabilidade no Semiárido é o ponto forte da agricultura familiar", afirma o secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente de Tejuçuoca, Eliseu Joca.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.