Cavalgada e missa

Evento comemora Dia do Vaqueiro

00:00 · 27.08.2018
a
Muita gente parou para ver os vaqueiros cavalgando pelas principais ruas e avenidas de Canindé ( FOTO: ALEX PIMENTEL )

Canindé. Uma cavalgada, seguida de um culto religioso especial, organizados pela Associação dos Vaqueiros de Canindé (AVC), marcaram, neste fim de semana, nesta cidade, a comemoração do Dia do Vaqueiro, que transcorre em 22 de agosto. Repetindo a tradição dos últimos anos, os aboiadores, como também são conhecidos, seguiram o percurso da Estátua de São Francisco acompanhados de cavaleiros e cavaleiras das cidades vizinhas, até o Parque de Exposição Francisco Diassis Bessa Xavier, onde foi celebrada a Missa do Vaqueiro.

O presidente da AVC, Antônio Edilânio de Freitas, o Edilânio Aboaidor, explicou a necessidade de adiar a comemoração para o sábado (25) em razão de este ano a data comemorativa ter caído no meio da semana.

Apesar de o cortejo ser comboiado pelo Corpo de Bombeiros e por uma equipe da Guarda Municipal de Canindé, muitos vaqueiros não poderiam comparecer. O desfile, de aproximadamente uma hora, com mais de 200 participantes, também poderia congestionar o trânsito no Centro da cidade.

Mesmo em um dia menos movimentado, muita gente parou para ver os vaqueiros cavalgando pelas principais ruas e avenidas de Canindé. Pela primeira vez, a tradição iniciada em 2008, com a decretação oficial no Município, do dia dedicado à categoria, a missa foi celebrada no Parque de Exposições, aberto pela prefeita Rozário Ximenes após 20 anos.

Houve necessidade de mudança do local a pedido da administração da paróquia. Como a cada ano aumenta o número de vaqueiros, e os animais sujam o chão com esterco, estava ficando desagradável a celebração na Gruta, acrescentou Edilânio Aboiador.

Este ano, a vaqueira Dina Martins, também Mestra da Cultura, não participou da cavalgada, mas foi ela quem puxou o cântico dos aboiadores na Missa do Vaqueiro celebrada pelo padre Roberto Reinaldo, da paróquia de São José.

O momento das oferendas foi considerado o mais emocionante. Do chapéu ao cavalo, os "heróis do campo", exibiram suas peças ao público, recebendo a bênção do pároco.

Romeiros

Além da programação realizada no Dia do Vaqueiro, esse ritual também é realizado durante os festejos comemorativos da Semana do Município e na Festa de São Francisco, há mais de quatro décadas.

Neste ano, durante a comemoração franciscana, está programada a cavalgada também para o dia 27 de setembro, quando completará 49 anos, com a participação de romeiros de todo o Nordeste.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.