Crianças gravam CD com músicas de combate à dengue - Regional - Diário do Nordeste

Zona Norte

Crianças gravam CD com músicas de combate à dengue

20.05.2008

Crianças de Sobral cantam músicas com mensagens de orientação sobre as ações de combate à dengue

Sobral. Nesses tempos de combate à dengue, a criatividade é fator fundamental na popularização e difusão das formas de evitar epidemias. Seguindo essa meta, estudantes da Escola Municipal Osmar de Sá Pontes, de Sobral, gravaram CD em estúdio, com 20 paródias, que tratam, exclusivamente, do tema “Dengue” e suas formas de prevenção. De acordo com a idealizadora da ação, professora de arte, Socorro Rodrigues, o objetivo é difundir os métodos de prevenção à doença, bem como transformar jovens em multiplicadores no combate ao mosquito Aedes aegypti.

“Queremos sensibilizar a todos, por isso, trabalhamos a música de forma criativa e motivadora, sempre utilizando a disponibilidade e capacidade dos alunos com a idéia de cantar, criar letras e textos musicais”, afirma ela, complementando que “essa atividade também desenvolve o raciocínio, a consciência social, a auto-estima, tudo fazendo uso da voz para se expressar, comunicar”, destacou a organizadora do trabalho de elaboração do CD.

Recentemente, a Escola Osmar de Sá Pontes realizou animada festa para fazer apresentação das músicas aos pais, alunos e comunidade em geral. Segundo a diretora da Escola, Maria Ieda de Farias, esse CD é mais uma peça do projeto que a Escola realiza, permanentemente, no combate à dengue. “São 1.200 alunos recebendo informações semanais e levando essas orientações para familiares e vizinhos. Temos aqui um número grande de pessoas que estão sendo informadas dos perigos da dengue”, destacou a diretora. Segundo faz questão de destacar foi a professora Socorro Rodrigues, do Projeto Escola Viva, que teve idéia de fazer textos com alunos e transformá-los em paródias. “Letras foram colocadas em músicas de ritmos variados. Crianças do 1º ao 3º anos fizeram paródias de cantigas de roda e, do 4º ao 6º anos, de Música Popular Brasileira (MPB). Ao todo foram 20 músicas, todas bem elaboradas. O CD está muito bom”.

O material, produzido artesanalmente, será distribuído para 40 escolas do município e rádios locais. “Esse trabalho chegará a todos que estão envolvidos no combate à dengue. Foi muito trabalhoso, mas muito vantajoso”, disse Ieda.

Infra-estrutura

A Escola Osmar de Sá Ponte, de Educação Infantil e Ensino Fundamental, funciona em cinco prédios na cidade: a Creche Lúcia Sabóia, que atende a bebês de seis meses a 5 anos de idade; a Creche Sorriso de Criança, com crianças de 3 a 5 anos; Escola Pólo, onde ficam 1º, 2º e 3º anos. No anexo maior, localizado no antigo prédio da Escola de Comércio, ficam alunos do 4º ao 6º

anos, estudantes do Projeto Aprender a Ler e, à noite, funciona com Educação de Jovens e Adultos (EJA). Além dessas, há a sala com alunos do Programa Brasil Alfabetizado.

Para os amigos Gledson Sales Neto e João Luiz da Silva, que apresentaram paródia em ritmo de “Rap”, a atividade de criar letras e procurar situações novas para prevenir a dengue, já estimula o combate. “Hoje não posso mais ver uma garrafa parada que já coloco a boca dela para baixo”, diz Gledson. É muito divertido e animado aprender desse jeito”, resume João Luiz.

FIQUE POR DENTRO

Paródias trazem letras criativas e motivadoras

O CD feito pelos estudantes da Escola Osmar de Sá Pontes, de Sobral, serão distribuídos gratuitamente para as demais unidades da rede pública e rádios locais. Entre as músicas, destaca-se a paródia feita em cima da música ´Mulher Rendeira´, com o nome ´Dengue Perigosa´: ´Porque o mosquito/ vai se proliferar/ se você não se cuidar/ no hospital pode parar/ vamos todos batalhar/ prá o mosquito eliminar´.

PREVENÇÃO

"Esse trabalho chegará a todos que estão envolvidos no combate à dengue. Foi muito vantajoso"
Maria Ieda de Farias
Diretora escolar

"Ao ver uma garrafa ou qualquer vasilha juntando água, vou lá e viro. É muito bom aprender desse jeito"
Gladson Neto
Estudante

"O que a gente aprende, ensina em casa, no bairro. Cuidamos para o mosquito não nascer"
João Luiz
Estudante

NATERCIA ROCHA
Repórter

Mais informações:
Escola Osmar de Sá Ponte
Rua Pintos Lemos, s/n
Sobral (CE)
(88) 3611.6064


Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999