brincadeira

Bloco das Virgens reúne 15 mil

00:00 · 10.02.2018 / atualizado às 11:27
Image-0-Artigo-2362160-1
A brincadeira de homens vestidos de mulheres foi animada por dois trios elétricos ( Foto: Antonio Rodrigues )

Juazeiro do Norte. O bloco "Desfile das Virgens" surgiu há 40 anos no município de Crato, no Cariri. A festa foi realizada entre a tarde e noite desta sexta-feira (9), reunindo 15 mil foliões, segundo a organização. A brincadeira de homens vestidos de mulheres foi animada por dois trios elétricos e um palco montado no bairro Mirandão, que recebe há cinco anos a concentração dos blocos.

Segundo André Lacerda, organizador do evento, o desfile recebeu estrutura há 13 anos. "Não havia início, meio e fim. Demos uma mudada, tiramos os carros, as motos. A ideia é que as pessoas venham atrás do trio, como no carnaval de Salvador. Centralizamos", explica o produtor.

> Trios e bandas animam 1ª noite da folia em Aracati

O prefeito de Crato, José Ailton Brasil, conta que sua gestão está apoiando o Desfile das Virgens ampliando a segurança local. "Este ano, por causa da crise, ainda não é o carnaval que queremos, mas, no ano que vem, queremos seguir, após o Desfile, com uma festa no sábado bem maior", antecipa o chefe do Executivo.

Brincadeira

Muita gente de outras cidades participa do desfile, como é o caso do vendedor Fabiano Araújo, que se batiza de "Zuzu do Triângulo", em referência ao seu bairro, na cidade vizinha, Juazeiro do Norte. Ele venceu o concurso como a mais bela 'virgem' da festa e ganhou R$ 50 de prêmio. "Todo ano estou aqui e participo, mas é a primeira vez que ganho. Com o prêmio, vou beber", garante, sorridente.

Comércio

Muitos vendedores aproveitam o Carnaval para aumentar sua renda. É o caso da comerciante Lúcia do Nascimento que, em duas horas, já tinha vendido 80 latas de cerveja. "É melhor que tá parado. Eu trabalho no meio do tempo. Tenho que pagar minha luz daqui e tirar o que empreguei", destaca.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.