“Banda de Lata” forma jovens cidadãos - Regional - Diário do Nordeste

INCLUSÃO SOCIAL

“Banda de Lata” forma jovens cidadãos

08.08.2006

Melquíades Júnior

Como diz a poesia popular, “panela velha é quem faz comida boa”. Mas se emborcar essa panela ou mesmo uma lata velha pode até sair também uma música boa. Pelo menos é o que tem feito 20 crianças de Limoeiro do Norte, que estão transformando “zoada” em música. São integrantes da Banda de Lata, resultado de um projeto de inclusão social de jovens carentes do Município. Os instrumentos são latas velhas, baldes, bujões de plástico e, para temperar, o famoso triângulo. A musicalidade é o meio e a finalidade é a formação cidadã.

Garotada com idade entre 10 e 14 anos participa do projeto, que existe há dois meses como proposta de arte-educação. Por meio da musicalidade e da “ginga” na percussão, os jovens trabalham a coordenação motora e aprendem a descobrir a sonoridade de instrumentos do cotidiano e que, quando velhos, são normalmente jogados fora. Agora, vão para dentro da sala de aula. Tem lata de tinta, garrafas plásticas de refrigerante, “buiões” (ou botijões) de plástico. E ainda terá panelas, tamborins, tampas, baldes de diversos tamanhos e até bacias de lavar roupa.

“Cada instrumento tem sua sonoridade”, afirma o músico e produtor cultural Khalil Gibran, idealizador do Projeto Banda de Lata. Mas daí a harmonizar todos esses instrumentos é tarefa do percussionista “Chicão” (ninguém o chama de Francisco das Chagas), que comanda a garotada, dividida em turmas pela manhã e tarde.

O Projeto Banda de Lata é realizado pelo Movimento de Promoção Social de Limoeiro do Norte, que tem à frente a primeira-dama Célia Costa Lima, e está vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania. O espaço de trabalho é o Pólo de Atendimento à Criança e ao Adolescente Corina Remígio de Oliveira, onde também são desenvolvidas atividades esportivas, teatrais, de dança, artesanato e informática. Médica psiquiatra, Célia Costa Lima defende que as crianças e jovens sejam trabalhados em espaços de atividades além-currículo escolar, para que possam descobrir as potencialidades e, principalmente, receberem instruções de como se tornarem cidadãos.

“Nós ainda vamos estudar a musicalidade nordestina, mostrar aos jovens a importância de Luiz Gonzaga, por exemplo, daí vão descobrindo as nossas raízes musicais”, conta Khalil Gibran, que é também um dos colaboradores da famosa Orquestra Carnaubeira, de Russas, em que crianças fazem sucesso com instrumentos e musicalidade regionais. A Orquestra serve de espelho para a Banda de Lata. Com apenas dois meses de aulas, os meninos reconhecem que “precisam melhorar”, mas isso não impede de já fazerem um “couver” metálico do grupo baiano Olodum, de ritmo africano, ou mesmo um típico forró. Estão aprendendo.

Todos os integrantes da Banda de Lata são de escolas públicas municipais e moram no bairro Bom Nome, na periferia da cidade e onde se situa o Pólo, ou comunidades vizinhas. Maria Orlivânia da Silva, de 14 anos, é, por enquanto, a única menina da turma. Gosta de tocar “tambor” (que na verdade é um botijão de plástico) e três vezes na semana sai do bairro Boa Fé, onde mora, para o Pólo de Atendimento à Criança e ao Adolescente, para participar dos ensaios da banda. O mesmo faz Roberto Jéferson da Silva, de 10 anos, que tem a experiência de ser a primeira vez que trabalha com algum grupo de arte.

“Não queremos fazer músicos, mas formar cidadãos. Alimentar a auto-estima de jovens em desenvolvimento”, explica Khalil Gibran, que sentencia para a meninada: “Dia 15 de setembro faremos a primeira apresentação. Vão sentir a sensação de serem aplaudidos por 200 pessoas num auditório lotado”. Serão colocados à prova, que não é de matemática ou português, mas irá revelar o que podem fazer meninos que, exceto no horário escolar, antes viviam na receosa ociosidade e agora formam a Banda de Lata.

Melquíades Júnior
especial para o Regional

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999