Festas de Carnaval

Anúncio de reforço na segurança anima prefeitos

00:00 · 09.02.2018 por Honório Barbosa - Colaborador

Iguatu. Depois que o governo do Estado anunciou o envio viaturas e de tropas de reforço para as cidades do Interior, no Carnaval, prefeitos que tinham desistidos de promover a festa por temer a violência e aqueles que vão realizar o evento ganharam novo ânimo nas últimas 24h.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) assegurou, a partir de hoje, o envio de quase seis mil agentes de segurança pública para todas as 22 áreas integradas, além de abertura de mais delegacias plantonistas. O Plano de Reforço Operacional da Polícia Militar atende 91 municípios.

O efetivo de agentes de segurança será de 5.953, um aumento de 89,5% em relação ao Carnaval do ano passado. Somente da PM, serão mobilizados 4.944 homens. "Essa é a maior operação da segurança pública do Ceará, tanto em termos de efetivo, em recursos empregados, como também em abrangência territorial", afirmou o secretário de Segurança Pública, André Costa. "Neste ano, em comparação com 2017, nós temos 14 municípios a mais que promoverão festas de Carnaval". Haverá, ainda, reforço de 112 viaturas.

O reforço no policiamento animou os prefeitos como o de Icapuí, no Litoral Leste, Raimundo Lacerda Filho, que anteontem havia concordado com a recomendação da promotora de Justiça Paloma Milhomem Neiva, para a suspensão do Carnaval por falta de segurança pública: reduzido efetivo, precariedade de viaturas e não funcionamento da Delegacia de Polícia Civil durante os festejos.

Mediante o anúncio de cancelamento do Carnaval, o governo do Estado anunciou o envio de reforço de 21 homens, três viaturas e até equipes do Batalhão do Raio para Icapuí. "O quadro mudou completamente e vamos fazer o Carnaval mais seguro do Ceará", comemorou o prefeito. Na tarde desta quarta-feira, a Prefeitura apresentou à Promotoria de Justiça as providências nas áreas de segurança pública e aguarda parecer favorável.

"Em resposta ao município, questionamos o aspecto da legalidade, licitação e orçamento", explicou a representante do Ministério Público. "A nossa recomendação foi preventiva e estamos aguardando mais esclarecimentos da Prefeitura".

O assessor técnico da Aprece, Expedito José do Nascimento, informou que, segundo levantamento da entidade, 25 municípios iriam promover Carnaval, neste ano, de um total de 184. "Há uma crise financeira e hídrica que afeta as cidades", disse.

Haverá Carnaval, segundo levantamento do Diário do Nordeste, em Acopiara, Aracati, Banabuiú, Barbalha, Beberibe, Camocim, Canindé, Carnaubal, Choró, Crateús, Crato, Granja, Ipu, Jaguaruana, Paracuru, Reriutaba, São Benedito, Sobral, Quixadá, Quixeré e Várzea Alegre.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.