ARACATI

Alegria resgatada

Com segurança bastante reforçada, muitas atrações e organização, Aracati realizou sua melhor festa dos últimos dez anos e uma das mais populares de todos os tempos no litoral cearense

Foram muitas atrações musicais, entretanto, quem se destacou nos últimos cinco dias em Aracati foram os entusiasmados e despojados brincantes ( Foto: Jefferson Castro )
00:00 · 14.02.2018 / atualizado às 10:59 por Fernando Maia - Repórter

Aracati pulsou alegria desde a última quinta-feira (8), quando os blocos locais abriram a programação oficial de Carnaval. Márcia Freire, Solange Almeida, Felipão, Sérgio Loroza, É o Tchan e Alok foram algumas das atrações que sacudiram a Rua Coronel Pompeu, por onde desfilaram os trios elétricos que puxaram multidões. A festa também foi uma celebração às chuvas que caíram.

Leia ainda:

> Fortaleza: terra da folia 
> Memória, samba e afeto na cidade 
> Balança o chão da praça 
> Maracatu reinventado 
> Fantasia para manter a luta 
> Muita cor e diversão em várias cidades do Ceará
> Folia com crítica social pelo País

Uma mistura de ritmos musicais embalou os foliões. Hits atuais de Anitta, MC Loma, Jojo Todynho e Psirico foram os mais executados. Em certos momentos, entretanto, foram ofuscados pela mais autêntica MPB. De madrugada, Sérgio Loroza não só levantou o povão como emocionou quem estava na avenida cantando, em pleno Ceará castigado por seis anos seguidos de poucas chuvas, "É Primevera", do inesquecível Tim Maia, debaixo de um verdadeiro temporal. O povo delirou ao ouvir "Quando o inverno chegar, eu quero estar junto a ti".

Felipão também saudou a chuva que caiu com bastante intensidade durante sua apresentação de madrugada. O cantor cearense, que dispensou a capa e tirou a camisa, disse que "aquele momento devia ser celebrado por todos nós nordestinos, que tanto pedimos aos céus por um bom inverno".

A festa foi completa e para todos os gostos. Além da movimentação dos trios elétricos na Rua Coronel Pompeu, ocorreram eventos como o Carnaval Cultural na Rua Coronel Alexanzito (Rua Grande) e na Praia de Majorlândia. Canoa Quebrada recebeu quem brincou à noite e foi curtir a ressaca de dia.

Descontração nas praias e na avenida

ARTE
Nos camarotes da Rua Coronel Pompeu, jovem toma banho. Foto: Cid Barbosa

A
Luís Marcelo, que faz dupla com Gabriel, durante show na Praia de Majorlândia lotada. Foto: Cid Barbosa
 
A
Esabely Coutinho, Emmily Maia e Ana Carolina nos paredões do Morro Branco. Foto: Cid Barbosa

Apresentações e desfiles que marcaram

A
Solange Almeida se emocionou e disse que quer voltar a Aracati em 2019. Foto: Cid Barbosa

A

Bloco dos Índios foi um dos destaques do Carnaval Cultural de Aracati. Foto: Cid Barbosa

A

Beleza e muita fantasia marcaram o desfile na Rua Cel. Alexanzito. Foto: Cid Barbosa

Canoa Quebrada como refúgio

A estudante Isis Nayane Vidal, que mora em Brejo Santo, veio a Canoa Quebrada na companhia da irmã, a corretora de imóveis Viviane Vidal. Ao contrário dos que costumeiramente têm como destino, nesse período do ano, Aracati, ela não é afeita às apresentações dos trios elétricos. "Preferimos ficar mesmo por aqui o tempo todo. O mais importante é curtir essa beleza de praia, afinal, só voltaremos daqui a um ano".

A
Nayane Vidal passou os últimos dias em Canoa. Foto: Cid Barbosa

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.