QUALIDADE DE VIDA

Acupuntura Veterinária é tendência de mercado

00:30 · 18.04.2011
Sarah Honório aplica agulhas em pontos estratégicos de Cessi, uma Dachshund de 9 anos. Devido à coluna alongada e às patas curtas, a raça é predisposta a dores no corpo. A Acupuntura mostra eficiência no tra
Sarah Honório aplica agulhas em pontos estratégicos de Cessi, uma Dachshund de 9 anos. Devido à coluna alongada e às patas curtas, a raça é predisposta a dores no corpo. A Acupuntura mostra eficiência no tra ( FOTO: GEORGIA SANTIAGO )
( )

Assim como nos seres humanos, o uso de agulhas para ativação da energia vital traz bem-estar para bichos

Fortaleza Aumenta o interesse de criadores de cães e gatos por novos tratamentos de saúde para seus pets. De olho nesta tendência, as médicas veterinárias Sarah Bezerra Honório e Jamille Cavalcante de Albuquerque Rodrigues inauguraram a Vetac, clínica que alia Veterinária e Acupuntura para pequenos animais. Elas atestam que a Acupuntura traz bem-estar e aumento da qualidade de vida para os bichos. Durante as sessões, é comum os cães sentirem completo relaxamento. Chegam até a dormir, enquanto ficam com agulhas em pontos do corpo.

Sarah explica que esta forma de tratamento, originada da Medicina chinesa, entende a saúde como o equilíbrio da energia vital, o "Qi" (pronuncia-se "Ti"). Se esta energia não flui no organismo naturalmente, acontecem as doenças. "A maior indicação da Acupuntura é no tratamento da dor", afirma, apontando que as causas principais são por distúrbios músculo-esquelético, tais como discopatias, displasia coxofemural e hérnias; gastrointestinais, a exemplo das diarreias ou constipação; e respiratórios. No caso da displasia, algumas raças caninas apresentam maior predisposição. Entre elas, as de grande porte como Rotwailer, Pastor Alemão e Labrador, mas também o pequeno Dachshund, com sua coluna alongada e patas curtas.

A eficiência do tratamento consiste em equilibrar a energia vital, com a ativação dos chamados meridianos e seus acupontos, por meio de agulhas na pele. Segundo Sarah, são 12 meridianos, com cerca de 20 a 60 acupontos em cada um deles. "Os meridianos são linhas imaginárias de fluxos de energia. Os acupontos são feixes de fibras nervosas livres na pele. O tratamento consiste em ativar esses pontos com agulhas de aço inoxidável, para equilibrar o fluxo de energia. O procedimento permite o alívio de dores e bem-estar geral do organismo", afirma.

"Nos acupontos, as agulhas estimulam o Sistema Nervoso Central, permitindo a liberação de neurotransmissores que vão proporcionar efeito analgésico, por conta da produção de opióides naturais, e antinflamatórios, pela produção de endorfinas, com bem-estar e relaxamento, além de regular o Sistema Nervoso Autônomo", aponta a veterinária. As agulhas são descartáveis e a quantidade utilizada varia conforme a doença. O efeito analgésico da ativação dos acupontos dura, em média, 48 horas.

Indicação

As sessões são indicadas para duas vezes por semana, com 30 minutos de duração cada. O ideal é fazer, pelo menos, dez sessões. As veterinárias atendem na clínica, mas também em domicílio. O procedimento é recomendado para todos os tipos de cães e gatos, independentemente de raças, sexo ou idade. Sarah afirma que os cães se comportam melhor, mas é possível também tratar os gatos. Sarah exemplifica que o animal muito estressado, agressivo e que late muito, pode apresentar distúrbios gastrointestinais, como diarreia. Ao contrário da Medicina convencional, que trataria particularmente os intestinos, a Acupuntura busca chegar à verdadeira causa da doença, e não apenas órgãos isolados do corpo. Daí a preocupação em restabelecer o equilíbrio integral do organismo.

As vantagens do tratamento são inúmeras. Ela destaca a melhoria das funções orgânicas, não tem efeitos colaterais, aumento da vitalidade, melhoria da performance esportiva, no caso de animais de competição e até rejuvenescimento. "70% dos cães dormem durante a sessão", diz Sarah. Jamille observa que, para animais que já utilizam medicamentos convencionais, a tendência é reduzir o uso, se associados à Acupuntura. Nos casos de doenças degenerativas, as agulhas favorecem o bem-estar geral, com aumento na qualidade de vida. A Vetac também oferece atendimento na Medicina Veterinária tradicional. Porém o destaque fica para as sessões com as agulhas.

As duas profissionais são formadas pelo Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA), que tem o médico Agamenon Honório Silva como presidente da Seção Ceará e diretor nacional de ensino da entidade. O curso de especialização lato sensu é destinado a médicos, veterinários e odontólogos. Com duração de dois anos as aulas são nos segundos fins de semana de cada mês. As inscrições já estão abertas para a nova turma, com início em maio. Agamenon Honório comprova o crescente interesse de veterinários pela formação. "Muitos criadores preferem tratar seus animais dentro de uma visão holística, com mais bem-estar e qualidade de vida", afirma, observando que os profissionais da área estão de olho nesta crescente demanda.

VISÃO HOLÍSTICA
"A Acupuntura traz bem-estar e qualidade de vida para os cães e gatos"
Jamille Cavalcante, Sócia veterinária da Vetac Pet Shop

"Muitos criadores preferem tratar seus animais dentro de uma visão holística"
Agamenon Honório, Pres. do Col. Med. Bras. de Acupuntura Seção Ceará

MAIS INFORMAÇÕES
Vetac pet shop
Rua Carolina Sucupira, 145, (85) 3264.7850
Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura, (85) 3264.2562


Valéria Feitosa
Editora do Regional

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.