após chacinas

Segurança pública deve nortear trabalhos na Assembleia Legislativa

01:00 · 03.02.2018

Na abertura do ano legislativo na Assembleia, alguns deputados disseram ao Diário do Nordeste que, inevitavelmente, o debate sobre a Segurança Pública irá nortear os trabalhos da Casa nos próximos meses. O próprio presidente do Legislativo, Zezinho Albuquerque, afirmou que a Assembleia tem apoiado todas as medidas adotadas pelo governador Camilo Santana e que fará reunião com o Colégio de Líderes da Casa na próxima semana para tratar, dentre outros negócios, da questão do aumento da violência no Estado.

Para o deputado Renato Roseno (PSOL), a situação é consequência de mais de 20 anos de "erros" na política de combate à violência no Estado. Segundo ele, é preciso mudar o modelo e "parar de enxugar gelo". Roseno defende plano de prevenção primário, secundário e terciário para a situação.

LEIA AINDA
> 'O Ceará vencerá o crime', sustenta Camilo
> Violência domina discussões na Assembleia Legislativa

Capitão Wagner (PR), por sua vez, salientou que todos os parlamentares estão sendo abordados pela população, que vem cobrando que a questão da Segurança Pública seja vista como prioridade pela gestão. "Com essa aproximação do governador com o presidente Michel Temer, esperamos que eles parem de jogar a responsabilidade em um e outro e se unam para combater a violência", disse.

Secretário

Ao chegar à Assembleia Legislativa, o secretário de Segurança Pública, André Costa, foi abordado por alguns eleitores de Camilo Santana que o parabenizaram pelo trabalho desenvolvido na Pasta. Ele também teve que prestar esclarecimentos a concursados que passaram em concurso público de 2015 para escrivão e inspetor e ainda não foram convocados. O gestor tentou explicar que a questão fugia do seu alcance, mas o grupo insistiu que Costa tentasse fazer uma ponte entre eles e o governador.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.