Fogueira

Renato Roseno critica plano de Camilo

01:00 · 09.02.2018

As críticas feitas pelo governador Camilo Santana (PT) durante a abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa, na última sexta-feira (2), aos "discursos oportunistas e politiqueiros" sobre a violência no Estado, vêm sendo reproduzidas entre os deputados da sua base, neste começo do último ano da atual legislatura, sempre que a oposição endurece o discurso.

Para o deputado Renato Roseno (Psol), no entanto, a fala do chefe do Executivo estadual serviu para "colocar gasolina na fogueira", quando ele deveria fazer uma autocrítica. Ele considerou, ontem, no seu pronunciamento, que o Plano Estadual de Segurança Pública apresentado por Camilo é, "no máximo, um plano de ações para o Ceará Pacífico", cujas ações não têm surtido efeito.

Nesta que é a primeira semana de atividades da Assembleia, após o fim do recesso parlamentar, a crise na Segurança que atravessa o Estado tem sido o centro das discussões no Plenário 13 de Maio. Não à toa, já que duas chacinas ocorreram no mês passado, em uma mesma semana, motivando as mortes de 24 pessoas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.