auxílio alimentação

Reajuste para os demais servidores

01:00 · 16.03.2018

Após ter sido votado, recentemente, o reajuste de 3% aos servidores estaduais do Poder Executivo, incluindo os dos ocupantes de cargos comissionados, a Assembleia Legislativa cearense aprovou, ontem, por unanimidade, a revisão dos vencimentos dos funcionários dos poderes Legislativo e Judiciário, bem como do Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado, com o mesmo percentual. Também foi aprovado o novo valor do subsídio do governador e de seu vice. Os parlamentares aprovaram, ainda, projeto do Governo do Estado que aumenta a remuneração dos professores temporários das universidades públicas cearenses.

O reajuste de 3% no salário do funcionalismo público estadual, proposto pelo Governo do Estado para o ano de 2018, terminou de ser aprovado, ontem, pela Assembleia Legislativa. Há duas semanas a revisão na remuneração dos funcionários do Poder Executivo já havia sido aprovada, mesmo com protesto de alguns deputados da oposição, que criticaram o valor oferecido.

Isso porque, segundo os parlamentares governistas, a inflação de 2017 fechou em 2,95%. Nesta quinta-feira, foi a vez dos servidores dos poderes Legislativo, Judiciário, bem como do Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado, terem as suas remunerações elevadas no mesmo percentual.

No Poder Legislativo, foi dado o reajuste para servidores efetivos, cargos em comissão e funções de confiança, além dos cargos de direção e chefia. Na mesma ocasião, foi aprovado o subsídio do governador, que aumentou para R$ 17.607,61, e de seu vice, estipulado, agora, em R$ 13.205,70. Na votação desta quinta-feira, também foi aprovado projeto de iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado que, segundo a justificativa daquele Poder, visa corrigir distorções remuneratórias de alguns servidores da Corte.

Entrou na pauta de votação, ainda, Mensagem do Governo do Estado que aumenta para R$ 15 o auxílio-alimentação, por dia trabalhado, concedido a servidores do Estado. Outro projeto enviado pelo Executivo Estadual que foi aprovado aumenta a remuneração dos professores contratados, em caráter temporário, pelas universidades estaduais. Os parlamentares também votaram projeto do governo cearense que visa "atualizar as atribuições do cargo de Auditor Fiscal da Receita Estadual".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.