PROVISORIAMENTE

PT suspende direitos partidários de prefeito

00:04 · 13.07.2011
A Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) acatou, por unanimidade, o pedido da Comissão de Sindicância e encaminhou o caso do prefeito de Senador Pompeu, Antônio Teixeira, para a Comissão de Ética e Disciplina Partidária da legenda. Por enquanto, o prefeito e os demais filiados, acusados por desvio de dinheiro público e fraude em licitações, estão com seus direitos partidários suspensos até que o caso seja apurado.

A decisão da Executiva, divulgada após reunião que terminou por volta das 23 horas de ontem, foi tomada porque o PT não pretende realizar "um pré julgamento ou absolvição automática dos denunciados".

A Comissão de Sindicância, formada pelos membros Antônio Ibiapino, Reudson de Souza e Isaac Júnior, já realizou duas visitas ao Município de Senador Pompeu a fim de reunir e ouvir todos os membros do Diretório Municipal da agremiação e os demais envolvidos na denúncia.

No último dia 31 de junho, depois de passar duas semanas fugindo da Polícia e da Justiça, Antônio Teixeira e Luís Flávio resolveram se entregar no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar, no bairro Jacarecanga.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.