Diante dos vereadores

Prefeito fala das ações do Governo municipal

As atividades normais da Câmara Municipal de Fortaleza foram ontem retomadas com uma sessão solene

O prefeito Roberto Cláudio, ao lado do presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho, fez sua prestação de contas aos vereadores da Capital, no meio da manhã de ontem, no plenário do Legislativo municipal ( Foto: Yago Albuquerque )
01:00 · 02.02.2018

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) anunciou, ontem, na abertura dos trabalhos da Câmara Municipal de Fortaleza, que a administração municipal deve cumprir, ainda neste ano, uma das promessas que foram feitas ao longo da campanha de 2016 com previsão de conclusão até 2020: a expansão da rede de creches municipais para um total de seis mil vagas.

"Este ano, a gente vai bater a meta do que foi prometido na campanha". De acordo com o prefeito, a cidade tem tido uma ampliação expressiva de sua rede educacional em todos os níveis. "Fomos a cidade do Brasil inteiro que mais abriu vagas de creches. Em nenhum ano da história desta cidade foram abertas tantas vagas novas", declarou.

Segundo ele, apenas no último quadriênio, foram construídos 12 novos centros de educação infantil, totalizando cerca de cinco mil vagas na rede. O trabalhista apontou que expansão semelhante tem ocorrido também na educação básica, área em que houve 32 mil novas matrículas para este ano letivo.

Roberto Cláudio também apontou que boa parte dessa expansão se deu no tempo integral, que já responde por 1/3 do total de vagas, a maior média do Nordeste. Segundo ele, a meta é que se chegue a metade das matrículas até o fim do mandato.

Segundo o prefeito, medidas na área da educação também terão impactos na segurança pública. Como exemplo, ele citou a Academia Enem, projeto comandado pelo Palácio do Bispo que oferece aulas de reforço e aprofundamento para alunos que se preparam para tentar entrar no ensino superior. Para ele, é nessa faixa etária que se encontram as maiores vítimas da violência: os jovens que não estudam ou trabalham. "O Academia Enem é uma oportunidade de dar um caminho para essa juventude de risco", declarou.

Populismo

Sobre segurança pública, o titular do Palácio do Bispo afirmou que, apesar da área ser tradicionalmente uma atribuição estadual, a Prefeitura tem um papel a cumprir. Entretanto, ele seria muito mais na área da prevenção do que na repressão. Segundo o chefe do Executivo municipal, é preciso evitar o "populismo demagógico" no enfrentamento do problema. "A responsabilidade com a honestidade intelectual, com o que é necessário efetivamente, é o que precisa conduzir essa discussão", disse, acrescentando ser preciso duvidar de respostas fáceis. "Se fosse assim tão fácil, já teria sido resolvido", enfatizou.

Para o prefeito, as medidas que a Prefeitura vem tomando na área de infância e juventude devem trazer resultados nessa seara, mas no longo prazo. "Vamos continuar apostando nisso: mais Cucas (Centros Urbanos de Cultura e Arte), mais creches, mais Areninhas, mais espaço público, iluminação", declarou.

Para o gestor municipal, é isso que, no médio prazo, irá impactar na segurança. "Com certeza, amanhã, (essa juventude atingida pelas políticas públicas) vai ter um olhar diferente para os problemas da sociedade de Fortaleza", acrescenta.

Nessa área, o prefeito anunciou ainda a expansão dos Conselhos Tutelares. De acordo com ele, dois novos equipamentos deverão ser criados até o fim do mandato, o que aumentará a rede de Fortaleza para dez equipamentos. Nas medidas mais imediatas, ele anunciou que a Prefeitura irá prorrogar o último concurso da Guarda Municipal, assegurando que, até o fim de sua gestão, todos os aprovados serão convocados.

Mensagem

A partir de ontem começou a tramitar, na Câmara Municipal de Fortaleza, mensagem do prefeito que dá ao Município autorização para recolher carros abandonados. Pela justificativa do projeto, a medida é necessária, já que esses veículos "ocupam indevidamente o espaço público, impedem o estacionamento de outros veículos e possuem o potencial de causar sérios problemas no âmbito da saúde e da segurança pública".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.