MP anuncia prisão de seis pessoas na operação Província II

16:42 · 24.11.2011

Seis pessoas foram presas em Pires Ferreira, na região Norte do Ceará, acusadas de crimes contra a administração pública, peculato e corrupção ativa e passiva. Entre os envolvidos, segundo o Ministério Público, está o acusado Pedro Humberto Coelho Marques - filho do atual prefeito Marcos Camelo Marques (PSB).

As prisões fazem parte da operação Província II e foram anunciadas nesta quinta-feira (24) pelo Ministério Público. De acordo com o órgão, o trabalho foi executado na terça-feira (22), pela Polícia Civil.

Também estão sendo procurados o chefe da Comissão de Licitação, José Celson Macedo de Azevedo, e os empresários Ana Kelly Costa Henrique e Raimundo Aguiar Gomes.

Em 14 de novembro haviam sido executados mandados de prisão na cidade de Reriutaba, também na região Norte, contra os empresários Francisco Ferreira Pinto, Maria Aparecida Ferreira Pinto e Raimundo Aguiar. O Ministério Público afirma que, segundo dados do Sistema de Informações dos Municípios do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), somente o empresário Francisco Ferreira Pinto, atuando com o grupo familiar pelo período de 2007 a 2011, recebeu de municípios do Ceará o valor de R$ 20,7 milhões.

O órgão aponta ainda que é possível que o valor supere mais de 30 milhões, pois nem todas as prefeituras declaram despesas perante o TCM. A empresa Viçosa Construções (Viçosel), dos irmãos Carlos Kenede Fortuna de Araújo e Rodrigo Fortuna de Araújo, também faturou nesse período com locação de veículos, obras e construções o valor R$ 41,3 milhões, diz o Ministério Público.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.