Eleições 2018

Ginásio Paulo Sarasate receberá mutirão para atendimento ao eleitor

Será montada infraestrutura com capacidade diária de atendimento de 4.500 eleitores

Setenta e oito guichês estarão disponíveis em 9 dias de funcionamento ( Foto: Thiago Gadelha )
19:31 · 24.04.2018
Um mutirão no Ginásio Paulo Sarasate entre a próxima segunda-feira (30) e o dia 9 de maio atenderá aos eleitores de Fortaleza que precisarem fazer o título pela primeira vez, transferir o domicílio eleitoral ou alterar dados cadastrais para votar nas Eleições 2018.
 
O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) montará, no Ginásio Paulo Sarasate, infraestrutura, com capacidade diária de atendimento de 4.500 eleitores.
 
Setenta e oito guichês estarão disponíveis em 9 dias de funcionamento. Servidores, técnicos, terceirizados e estagiários receberão o público, nos dias úteis das 8h às 15h e no final de semana, das 8h ao meio-dia. No feriado de 1º de maio, não haverá atendimento na Justiça Eleitoral, em todo o estado.
 
Os postos instalados em shoppings continuarão atendendo, apenas por agendamento. Os eleitores terão a possibilidade de marcar o dia e a hora para comparecerem a um dos sete shoppings de Fortaleza (Benfica, Riomar Fortaleza, Riomar Kennedy, Del Paseo, Parangaba, Iguatemi e North Shopping Jóquei). O funcionamento será no horário habitual dos postos e, no sábado, 5/5, das 10h às 14h. Já no domingo, 6/5, os postos não abrirão.
 
Para agendar, o eleitor deve ligar 148 ou acessar o site do TRE-CE. As vagas são limitadas e quem não conseguir agendar, deve procurar o mutirão do Ginásio Paulo Sarasate.
 
O posto da Justiça Eleitoral no Centro de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) do Conjunto Ceará também atenderá por agendamento, apenas de segunda a sexta, das 8h às 17h.
 
Atendimento seguem nos Vapt Vupt
 
O TRE também vai manter em funcionamento os postos do Vapt Vupt de Antônio Bezerra e de Messejana, com recebimento de eleitores das 8h às 17h, em dias úteis, por ordem de chegada.
 
Biometria
 
A coordenadora de administração do cadastro eleitoral, Lorena Belo, reforça que em Fortaleza a biometria não é obrigatória, mas explica que os eleitores que desejarem apenas registrar a digital serão atendidos normalmente.
 
 “Os eleitores da Capital não precisam ir ao ginásio só para realizar a coleta de dados biométricos. O público esperado nesse mutirão é aquele que precisa fazer alistamento eleitoral, transferir ou solicitar alteração cadastral, como: seção com acessibilidade, para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida; alteração do nome social e/ou do gênero. É uma oportunidade também para regularizar a situação eleitoral".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.