SOLIDARIEDADE

Camilo e 9 governadores assinam carta para Lula: "não podemos abraçá-lo pessoalmente"

"Estivemos aqui e sempre estaremos", diz trecho da carta assinada pelos políticos em Curitiba, nesta terça

Camilo Santana, nove governadores do Norte e Nordeste, além de Gleisi Hoffmann em visita a Lula na sede da Polícia Federal, em Curitiba. ( VC Repórter )
16:16 · 10.04.2018 / atualizado às 16:21

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), e outros nove governantes dos estados do Norte e Nordeste foram até Curitiba (PR) para tentar visitar, na tarde desta terça-feira (10), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde o último sábado (7) na Superintendência da Polícia Federal (PF).

Sem sucesso, com a assinatura de todos os políticos - e acompanhados da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, entregaram carta à Polícia Federal endereçada a Lula. "Estivemos aqui e sempre estaremos. Ao seu lado, firmes na luta (...). Infelizmente a Lei de Execução Penal não foi cumprida adequadamente e não podemos abraçá-lo pessoalmente. Mas, por nosso intermédio, milhões de brasileiros e brasileiras estão solidários", traz o trecho. 

Agenda de Camilo segue confirmada

Após a tentativa de visitar o ex-presidente, Camilo retorna ao Ceará ainda na noite desta terça. Segundo ele, a agenda para o restante da semana será mantida. "Na quinta-feira, vamos anunciar novas areninhas em Fortaleza, juntamente com o prefeito Roberto Cláudio, e inaugurar uma escola em Tabuleiro do Norte. Na sexta, inauguraremos o Raio em Cascavel", avisa.

FOTO
Conteúdo da carta na íntegra

foto

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.