Campanha na Capital

General Theophilo expõe metas a empresários

A convite da AJE, ele apresentou propostas voltadas à abertura de empreendimentos e geração de empregos

01:00 · 28.08.2018
Image-0-Artigo-2445573-1
Candidato do PSDB, General Theophilo, fala a empresários em restaurante na Avenida Beira-Mar. Também compareceram ao evento as candidatas a vice, Emília Pessoa, e ao Senado, Mayra Pinheiro, e o deputado Carlos Matos ( Foto: Natinho Rodrigues )

O candidato do PSDB ao Governo do Estado, General Theophilo, apresentou seu plano de governo, ontem, a representantes da Associação dos Jovens Empresários (AJE) de Fortaleza. Durante o evento, o postulante fez críticas à situação da violência no Estado, além de apresentar propostas para a abertura de empreendimentos e geração de empregos no Ceará. Até ontem, ele era o único dos seis postulantes a governador que recebeu recursos do fundo eleitoral para o financiamento da campanha, por repasse da direção nacional da legenda tucana.

Foi a segunda vez que o candidato do PSDB dialogou com jovens empresários, mas, desta vez, oficialmente como postulante. Com a presença do coordenador de campanha, Marcos Holanda, economista e ex-presidente do Banco do Nordeste do Brasil, Theophilo apresentou dez metas do plano de governo, comprometendo-se a adaptá-las a interesses em comum com os presentes. "Vamos conversar com o Marcos Holanda para ver o que der para adaptar", citou.

O candidato afirmou que os jovens são sua prioridade de governo, principalmente, devido aos índices de violência no Estado. Ele defendeu que as delegacias funcionem 24 horas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e expôs propostas como duplicar o número de delegacias da mulher e implantar um sistema de trabalho nos presídios. "Meu Ceará tem que ser uma ilha de segurança", sustentou.

General Theophilo voltou a assumir compromisso com a diminuição de 50% do número de homicídios do Estado em quatro anos, com investimentos, também, em educação, saneamento básico e saúde. Caso seja eleito, ele ressaltou que o primeiro ato como governador será a instalação de bloqueadores de sinal de celulares nos presídios do Estado. "Temos que tirar a droga da facção. O Ceará é um 'narcoestado' e temos que tirar o oxigênio deles", argumentou.

Segundo afirmou aos jovens empresários, apoiadores de sua candidatura estão sendo obrigados a retirar imagens dele de veículos, a mando de facções criminosas. O tucano mencionou que, junto com correligionários, pensa em apagar pichações feitas por organizações criminosas em comunidades carentes de municípios cearenses.

Ele também disse que, com um arco de aliança de 24 partidos, caso o atual governador, Camilo Santana (PT), seja reeleito, secretariais e outros órgãos do governo serão utilizados apenas como "cabide de emprego". O candidato do PSDB chegou, ainda, a sinalizar que, em conversa com Marcos Holanda, poderá privatizar a Cagece.

Candidato à reeleição, o governador Camilo Santana também foi convidado pela AJE para debater propostas de desenvolvimento do Estado, mas ainda não confirmou participação no evento, programado para acontecer em até duas semanas.

Propaganda

Ontem, o comitê de campanha do candidato tucano, General Theophilo, recebeu notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por irregularidades em banners que estavam instalados na fachada do espaço, localizado no cruzamento da Avenida Heráclito Graça com a Rua João Cordeiro, na Aldeota.

Após denúncia, a Comissão de Fiscalização da Propaganda Eleitoral de Fortaleza enviou técnicos em diligência ao comitê do candidato do PSDB, onde três placas estavam fixadas na fachada, segundo a Justiça Eleitoral, fora do padrão permitido pela lei. Os banners foram retirados.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.