Projeto na Câmara

Discussão sobre drogas em escolas

01:00 · 14.06.2018

Começou a tramitar ontem, na Câmara Municipal de Fortaleza, projeto de indicação de autoria do presidente da Casa, vereador Salmito Filho (PDT), que propõe a criação de um programa nas escolas municipais voltado à conscientização de jovens sobre consequências do uso de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas. Pelo texto, uma hora semanal seria dedicada ao tema dentro das escolas municipais, além de haver o incentivo a hábitos saudáveis, como a prática de esportes e interação com a família.

No projeto, o parlamentar declara não ter a pretensão de solucionar os problemas gerados pelo consumo de entorpecentes. Ele avalia, contudo, que as ações sugeridas poderão "criar alternativas que nortearão os jovens a ter uma melhor autoestima e capacidade crítica, tornando-os mais participativos e inseridos no meio social com maior capacidade de enfrentar os desafios para o convívio harmônico na sociedade". O texto foi encaminhado à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para análise.

Outros dois projetos de indicação foram aprovados pelos parlamentares, ambos tratando da Guarda Municipal. O primeiro, de autoria de Idalmir Feitosa (PR), prevê gratificação, cujo valor não é especificado, para agentes que apreenderem armas de fogo, incentivando a retirada de circulação de armamento irregular. Já Plácido Filho (PSDB) quer que os agentes ou suas famílias sejam indenizadas em até R$200 mil no caso de invalidez permanente ou morte, desde que em serviço ou no trajeto entre suas residências e o trabalho.

As três propostas são projetos de indicação. Logo, mesmo com aprovação no plenário da Câmara, não precisam ser postas em prática pelo Executivo, servindo primordialmente como sugestões ao Paço Municipal.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.