Janela partidária

Deputados se preparam para oficializar trocas

01:00 · 28.02.2018
Image-0-Artigo-2368362-1
Heitor Férrer diz que aguardará uma posição do PSB para decidir se sai ou fica na legenda ( Foto: José Leomar )

Pretensos candidatos ao pleito de outubro próximo estão de olho no calendário eleitoral, visto que daqui há exatamente uma semana, no dia 7 de abril, tem início o período da "janela partidária", que terá vigência de um mês, garantindo que postulantes aos cargos que estão em disputa este ano se filiem a outras legendas. As discussões estão avançadas nos bastidores da política local, mas, de acordo com parlamentares da Assembleia Legislativa, as definições devem ser consolidadas apenas no prazo final, no início de abril.

Pelo menos uma dezena de deputados que atualmente têm mandato no Legislativo Estadual tende a sair de suas agremiações e ingressar em outras, conforme informaram ao Diário do Nordeste. O PDT, maior partido da Casa, deve se fortalecer ainda mais com o ingresso de Osmar Baquit, que deixou o PSD; e Tin Gomes, recentemente destituído do comando do PHS.

O PP, atualmente com cinco representantes, tende a perder Walter Cavalcante, que seguirá para o PMDB. No entanto, a sigla progressista, segundo informaram deputados da Casa, aguarda o ingresso de Gony Arruda, também expulso do PSD.

O PR deve perder seus únicos representantes: Capitão Wagner e Fernanda Pessoa. O primeiro tende a ingressar no PROS, enquanto a deputada aguarda um posicionamento do seu grupo político para decidir a que partido deve se filiar. Outro que estuda se filiar ao PROS é Roberto Mesquita, único nome que restaria no PSD. No entanto, Odilon Aguiar já confirmou que deixará os quadros do PMB e irá para o PSD, a partir de março.

O petista Manoel Santana esteve conversando com o PCdoB, mas ainda não se decidiu sobre sair ou não do PT. No entanto, ao Diário do Nordeste, ele destacou que parlamentares com menor densidade eleitoral tendem a ingressar em legendas que necessitem de menos votos para eleger seus representantes na Casa.

Abril

Segundo o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), há uma série de conversações em curso nos bastidores da Casa. "Como a 'janela' vai abrir, alguns deputados vão mudar de partido, como é o caso do Gony Arruda, que vai para o PP, e do Osmar Baquit, que estará no PDT. O vice-presidente da Casa, o deputado Tin Gomes, também vai para o PDT".

João Jaime (DEM) afirmou que o debate, no Democratas, será realizado a partir da próxima semana, enquanto o deputado Julinho (PDT) projetou que os contatos serão intensificados somente em abril, mas garantiu que a tendência é que o PDT se fortaleça cada vez mais.

"Esse jogo vai até o dia 7 de abril. Ele vai se aquecer mesmo é no fim do prazo", disse, por sua vez, Heitor Férrer. O parlamentar ressaltou que esperará até o início de abril para saber como o PSB deve atuar no Estado, "para saber se saio ou não".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.