Projeto do TJCE

Deputado rebate críticas das bases

01:00 · 10.11.2017

O deputado Nizo Costa (PMB) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa, ontem, para responder a críticas em relação ao seu posicionamento a favor da nova Lei de Organização Judiciária do Ceará, aprovada em plenário na semana passada. Entre as mudanças da proposta do Tribunal de Justiça do Estado (TJCE), está a vinculação de comarcas que são sede em alguns municípios a comarcas de municípios vizinhos, em razão do baixo número de processos. Esse foi um ponto polêmico, porque mexe com as bases eleitorais dos deputados.

Por outro lado, Nizo considerou que as mudanças trarão mais eficiência à Justiça cearense, mesmo que suas emendas tenham sido rejeitadas. Enquanto ele atribui a "derrota" à falta de experiência política, outros deputados alegam que não foram atendidos por serem oposição.

Nizo Costa se queixou na tribuna da Casa de estar sendo alvo de críticas por parte de "algumas pessoas" em seu município, Cariús, pelo fato de ter votado a favor da proposta de reestruturação judiciária, apesar da comarca de Cariús ter sido transformada em comarca vinculada ao município de Jucás. Nizo disse que tentou evitar a mudança, ao apresentar duas emendas nas comissões, que acabaram sendo rejeitadas. "Mesmo assim, estou consciente de que o projeto traz muitas mudanças importantes que irão melhorar a eficiência da Justiça no Estado".

Outros deputados que também não tiveram suas sugestões atendidas durante as discussões do projeto do TJCE na Casa, como Leonardo Araújo (PMDB) e Fernanda Pessoa (PR), disseram, por outro lado, que o fato de serem da oposição pesa para a não aprovação das iniciativas. "Às vezes, outro parlamentar, por ser da situação, apresenta o mesmo projeto que a gente apresentou e é aprovado", afirmou Fernanda Pessoa.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.