Aumento de filiações

Crise política não diminui siglas no CE

01:00 · 17.01.2018

Apesar da crise política dos últimos anos, com operações de combate à corrupção e manifestações de rua, a maioria dos principais partidos no Ceará vai para as eleições deste ano com mais filiados do que tinham antes do pleito de 2014. O PT segue como a maior legenda no Estado em filiações. Em seguida estão PSDB, MDB, PP, PTB, PDT, DEM e PPS, entre as agremiações com mais de 25 mil filiados. Há legendas menores que engordaram os quadros a partir da entrada de nomes consolidados na política, enquanto outras, que chegaram a ter posição de protagonismo, estagnaram, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O líder de adesões foi o PDT. O partido saltou de 24.611 filiados, no início de 2014, para os atuais 30.818 - 6.207 adesões no total. A legenda passou por um processo de fortalecimento a partir de 2015, com a entrada dos ex-governadores Cid e Ciro Gomes, que deixaram PSB e PROS nos últimos anos.

Dez partidos com mais filiados

O PT, que tem 79.809 filiados no Ceará, ficou em segundo em novos integrantes. Do início de 2014, quando tinha 76.641 filiados, para o início deste ano, ganhou 3.168 membros. O partido oscilou nos últimos dois anos, em meio ao processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e às denúncias contra o ex-presidente Lula na Operação Lava-Jato. Chegou a perder cerca de 200 apoiadores no Estado, mas manteve média elevada.

Na lista das legendas que conseguiram aumentar os quadros, o MDB é o terceiro. Em janeiro de 2014 possuía 46.676 filiados, diante dos atuais 48.023. Apesar da baixa popularidade do presidente Michel Temer e do envolvimento de líderes emedebistas na Lava-Jato, houve perda de apenas 181 integrantes cearenses no ano passado, dentre cerca de cinco mil baixas em todo o País.

Tucanos

O PSDB foi o único partido, entre os cinco maiores, a perder filiados no Ceará na soma dos últimos quatro anos. Considerando o início dos anos eleitorais de 2014 e 2018, foram 991 filiados a menos, passando de 58.708 para 57.717. O afastamento do senador Aécio Neves, ex-presidente da sigla, no ano passado, porém, não repercutiu em expressivas dissidências.

Partidos com mais de 25 mil filiados, PP, PTB, DEM e PPS somam 37.284, 34.772, 28.557 e 26.083 integrantes, respectivamente. As menores agremiações do Estado em número de membros são Rede (1.020), PCB (353), Novo (311) e PCO (14). Pela Lei dos Partidos Políticos (nº 9.096/1995), a relação dos nomes de todos os filiados deve ser enviada ao TSE pelas legendas até a segunda semana de abril e outubro de cada ano.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.