Coluna

Paulo Cesar Norões: voto é voto, não tem cor

pc

Paulo Cesar Norões

Colunista de Política • pcnoroes@diariodonordeste.com.br

01:00 · 13.06.2018 / atualizado às 01:23

Ciro Gomes tem se apresentado como um candidato de centro-esquerda e nessa condição quer sedimentar a base de sua candidatura. Daí a insistência em buscar o apoio do PSB e PCdoB. O que, no dizer do próprio candidato, garantiria a "hegemonia moral e intelectual" da chapa. Daí a surpresa de alguns quando o pedetista abre negociações para ganhar o apoio de partidos como DEM e PP, que se posicionam do centro para a direita do espectro político. Surpresa, diga-se, só para quem não acompanha o modus operandi dos Ferreira Gomes, que não comporta pudores ideológicos na hora de formar coligações. Basta ver o arco de siglas variadas nas eleições do grupo deles no Ceará, que inclui os próprios DEM e PP, além do PR. Só não entra o MDB, para não tornar incoerente o discurso nacional de Ciro.

Homenagem

30 anos da Constituição de 1988, completados este ano, serão lembrados em julho, na abertura do Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento, quando será homenageado o vice-presidente da Constituinte, ex-senador Mauro Benevides, autor da emenda que originou o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), principal fomentador do desenvolvimento socioeconômico da Região.

Menos

Rápido no gatilho, secretário André Costa, da Segurança, retifica números de homicídios no Ceará em 2018 apresentados pelo deputado federal Danilo Forte (PSDB). Costa informa que foram 1.996 homicídios no Estado, em 2018, e não 2.255, como disse Danilo. E ressalta que, em relação a 2017, houve queda de 12,9% no Sul do Estado e de 5,5% na Região Metropolitana de Fortaleza.

Em Brasília

Senador Eunício Oliveira recebeu na presidência do Senado o chefe do gabinete de Relações Institucionais da Fiec, Sérgio Lopes, e o presidente do Sinduscon Ceará, André Montenegro. Foram discutir o projeto que disciplina os valores a receber pelo mutuário na desistência da compra de imóvel. Projeto foi aprovado em plenário pela Câmara dos Deputados no último dia 6 e agora seguirá ao Senado.

Telemarketing

Quem já não recebeu uma ligação indesejada na madrugada? Ministério Público do Ceará comprou "briga" deflagrada pelo deputado Odilon Aguiar. Projeto do parlamentar do PSD foi aprovado na Assembleia dando chance ao consumidor não aceitar telefonemas, mensagens e e-mails que não quer. Agora há um aplicativo no site do MP onde dá para bloquear as informações indesejadas.

Brasil

Polícia Federal, por ordem judicial, fez ontem devassa no gabinete da deputada federal Cristiane Brasil, filha do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. Buscava comprovante do envolvimento da parlamentar na aprovação de criação de sindicatos, federações e confederações, responsabilidade do Ministério do Trabalho. Brasil quase foi ministra do Trabalho do Governo Temer.

"Essa ação conjugada de Prefeitura e Governo vai trazer uma melhoria substancial"

Luiz Marques, ex-prefeito de Fortaleza e provedor da Santa Casa de Misericórdia, agradecendo ajuda do Poder Público mas alertando a necessidade "das doações das pessoas para manter os enfermos de alta vulnerabilidade que nos procuram diariamente", afirmou.

Tem mais...

Homenagem 

Associação Fortaleza Azul (FAZ) será agraciada em sessão solene, hoje, na Câmara de Fortaleza, pelos três anos da entidade, que trabalha pela inclusão de portadores de Transtorno do Espectro Autista (TEA) na sociedade. Iniciativa do vereador Célio Studart (PV).

Modelo

Sistema Ágora, ferramenta de automatização dos procedimentos de análise de prestação de contas do TCE, foi apresentado em encontro de gestores públicos dentro da Semana Contábil e Fiscal para Estados e Municípios.

Debate 

Audiência pública na Câmara de Fortaleza debate hoje, às 14h30, a proteção às Dunas do Cocó e da Sabiaguaba. Proposta da vereadora Larissa Gaspar (PPL). Relatório do Ibama diz que entre 1958 e 2008 Fortaleza perdeu 80% dos seus campos de dunas.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.