Coluna

Paulo César Norões: O passado redivivo

pc

Paulo Cesar Norões

Colunista de Política • pcnoroes@diariodonordeste.com.br

01:00 · 22.05.2018

Está tudo como dantes no Quartel d'Abrantes. O provérbio português cai como uma luva para definir os últimos movimentos da política cearense. Depois do senador Eunício Oliveira, Domingos Filho e seu grupo estão de volta ao seio governista. Ou seja, é mais ou menos como se estivéssemos de volta a 2012, o ano em que os Ferreira Gomes, Eunício e Domingos montaram o palanque que elegeu Roberto Cláudio prefeito de Fortaleza. O mundo deu voltas, Eunício se desgarrou do grupo para ser candidato ao Governo em 2014, perdeu para Camilo Santana, virou inimigo, trocou acusações pesadas com Ciro e Cid, mas no final do ano passado se reaproximou e hoje é virtual candidato a reeleição ao Senado na chapa do governador. E, o que parecia mais complicado, caminha para apoiar Ciro presidente.

Costura

A volta de Domingos Filho e seu grupo começou a ser costurada dez dias atrás. A reaproximação se deu através de Chiquinho Feitosa (foto), que pôs Domingos Filho e Domingos Neto frente a frente com Cid Gomes. Desavenças que desaguaram na extinção do Tribunal de Contas dos Municípios, do qual Domingos era presidente, foram deixadas de lado. Acordo selado, todos juntos outra vez.

Sem surpresa

Movimentos antigos e recentes na política, não só do Ceará, mas de todo o Brasil, desautorizam algum tipo de surpresa em relação a reaproximação de Domingos e Eunício com os Ferreira Gomes. O meio político, portanto, absorve naturalmente esse processo. Cabe ao eleitor - e só a ele -, em última instância, julgar o comportamento de seus representantes. Outubro está bem aí.

Reduzida

A debandada de mais um aliado - e pode vir mais, se Genecias Noronha também levar mesmo o Solidariedade para a base governista - deixou a oposição reduzida ao PSDB e ao PROS. O que, pelo menos no discurso, não arrefeceu o ânimo oposicionista. No lançamento da candidatura do general Guilherme Theophilo, ontem, senador Tasso Jereissati minimizou a saída dos ex-aliados.

Da Capital...

Não é só o Exército que se mobiliza para eleger oficiais da Reserva nas eleições de outubro. Policiais federais também querem estar representados nas casas legislativas. A Frente de Agentes da Polícia Federal lançará hoje, em Brasília, cerca de 30 pré-candidatos às eleições para o Congresso Nacional e para as câmaras legislativas, dentre eles o vereador de Fortaleza Odécio Carneiro (SD).

...Pra Federal

Escolha de Odécio Carneiro saiu de pesquisa encomendada pela Fenapef. Mais de 60% dos policiais federais citaram, espontaneamente, o parlamentar cearense como propenso pré-candidato a deputado federal. Odécio se notabilizou na Câmara de Fortaleza por se recusar a fazer uso da Verba de Desempenho Parlamentar - cerca de R$ 22,2 mil por mês.

"Vamos debater e encontrar soluções para reverter esse quadro, que tanto prejudica a população e a economia do País"

Eunício Oliveira, presidente do Senado,

Sobre os aumentos constantes no preço dos combustíveis. Posicionamento simboliza rompimento do senador com o governo Temer.

Tem mais...

Novidade TRE anuncia um novo Sistema de Convocação Eletrônica de Eleitores. A ferramenta permitirá aos cartórios eleitorais convocarem mesários e auxiliares de eleição por meio de e-mail previamente informado pelo eleitor.

Direitos... De 23 a 25 de maio, a OAB Ceará receberá a VII Conferência Internacional de Direitos Humanos, que discutirá temas de importância vital para a garantia e a promoção dos Direitos Humanos.

...Humanos Iniciativa é do Conselho Federal, com o apoio da OAB-CE. Henri des Roziers, patrono da Conferência, será homenageado. Presidente Claudio Lamachia, da OAB Nacional, estará presente.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.