Coluna

Paulo Cesar Norões: Mais lenha na fogueira

pc

Paulo Cesar Norões

Colunista de Política • pcnoroes@diariodonordeste.com.br

00:00 · 19.06.2017

Entrevista de Joesley Batista à revista Época, não trouxe fatos novos em si, mas traços comportamentais de alguns políticos. Combustível suficiente para manter bem acesa a fogueira da crise política do Brasil. Há, na entrevista, a clara intenção do dono da JBS de mirar quase que totalmente no presidente Michel Temer e seus correligionários mais próximos (Eduardo Cunha, Moreira Franco, Geddel Vieira Lima, Eliseu Padilha e Henrique, Eduardo Alves). Nas palavras de Joesley, uma Orcrim (Organização Criminosa) da Câmara. "Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muito perigosa", afirmou. Sobre Aécio, Joesley disse que o gravou para mostrar que corrupção não era prática só do PT e do PMDB. E que, apesar de tudo o que a Lava Jato já descobrira continuava a ser praticada

Contra-ataque

Temer procura se defender desconstruindo a imagem de seu acusador, réu confesso em vários crimes financeiros e impune, segundo o presidente, pela benevolência da Procuradoria-Geral da República. Diz que Joesley o acusa para proteger o PT. Lembra que foi nas gestões petistas que Joesley praticou os ilícitos que o tornaram bilionário e promete processar o empresário. A conferir.

Image-0-Artigo-2257054-1

Caixa preta

Na primeira audiência com Sergio Moro, Antônio Palocci disse que, se o juiz quisesse, ele teria assunto para mais um ano. Não estava mentindo. Em um mês, o juiz e o ex-homem forte dos governos Lula e Dilma vão se encontrar 19 vezes em Curitiba, sinal de que ainda há muita água para passar por baixo da ponte. Palocci tem dado sinais de que está chateado com a cúpula do PT.

Julgamento

Senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), flagrado em grampo com conversas não-republicanas, será julgado nesta terça no STF. Entre as conversas grampeadas, há uma com Gilmar Mendes, presidente do TSE, que não faz parte da 1ª turma do STF, que o julgará. Dela fazem parte os ministros Marco Aurélio (presidente), Luiz Fux, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes.

Estabilidade zero

Senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) apresentou Projeto de Lei que prevê a demissão de servidores públicos concursados, inclusive os já aprovados em estágio probatório. Nova lei, se aprovada, envolverá todos os órgãos e entidades da Administração Pública direta, autárquica e fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

Alta tensão

Assembleia deverá ter mais uma semana movimentada. Não necessariamente de produção legislativa, mas de desentendimentos e acusações mútuas. Leonardo Araújo (PMDB) e Odilon Aguiar (PMB) ainda não absorveram a deputada Silvana Oliveira como líder do bloco de oposição e lutam para reaver relatorias da PEC do TCM e do Orçamento do Ceará para 2018.

"É surpreendente a ousadia e a desenvoltura em mentir do contraventor Joesley Batista"

Moreira Franco
Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República

Tem mais...

Câmara de Fortaleza, por requerimento da vereadora Eliana Gomes (PCdoB), vai hoje ao Pirambu ver de perto o problema da falta de saneamento básico. Concentração para a atividade será na Areninha Pirambu, antigo Kartódromo.

Vice-presidente do Tribunal de Justiça, Washington Araujo, comemora movimentação de 5.379 processos envolvendo admissibilidade de recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) e/ou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), no período de 2 de fevereiro a 7 de junho deste ano.

Familiares, amigos e colaboradores do Grupo Edson Queiroz estarão reunidos hoje, às 19 hs, na Praça da Imprensa Chanceler Edson Queiroz, para relembrar a ternura e vivacidade de Dona Yolanda Queiroz, que partiu há um ano.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.