Coluna

Paulo César Norões: comparando cenários

pc

Paulo Cesar Norões

Colunista de Política • pcnoroes@diariodonordeste.com.br

01:00 · 17.04.2018

Ainda sobre a pesquisa Datafolha, vale comparar com a que foi realizada pelo mesmo instituto, em julho de 2016. Dilma, então, estava afastada da Presidência, aguardando o desenrolar do processo de impeachment. Ainda não se sabia sobre a JBS e seus grampos bombásticos. Lula teve 22% na época, subiu para 31% na atual. Bolsonaro saltou de 7% para 15%. Marina, ao contrário, caiu de 17% para 10%. Aécio ainda era o nome do PSDB. Tinha 14% contra os 6% de Geraldo Alckmin, hoje. Já Ciro Gomes mantém, hoje, os mesmos 5% de então. Demais candidatos somavam 10% e hoje têm 17%. Brancos e nulos eram 18%, hoje somam 13%. Conclusão aparente, sem nenhum valor científico: Votos tucanos foram para Bolsonaro. Os de Marina para Lula. E brancos, nulos e indecisos para novos candidatos - entre os quais Joaquim Barbosa.

FDP

Dentro do estilo enfático que caracteriza suas falas, deputado estadual Fernando Hugo (PP), na inauguração da Unidade Central de Segurança de Messejana, desafiou "qualquer feladap..." a comprovar que outro governador tenha investido tanto em segurança quanto Camilo Santana. Pois bem, em tempos de smartphones a postos para gravar tudo e todos, o vídeo, rapidamente viralizou nas redes sociais.

Reforçou

Tanto pelo linguajar despojado do deputado quanto pela delicadeza do tema, explorado por oposicionistas como ponto fraco do governo, o discurso recebeu críticas. "Não sou hipócrita nem oportunista pra dizer que moramos num Ceará paradisíaco, porém mantenho o meu repto desafiando seja quem for para provar aquilo que os números não mentem", reagiu o deputado.

Defesa própria

Na véspera do julgamento no STF, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) convocou a imprensa, ontem, para questionar "fragilidades" das acusações da PGR, em denúncia contra ele por supostos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça, com base na delação da JBS. O tucano disse que "se a Justiça falta hoje a um, amanhã faltará a outros". E agora, o que a Justiça vai dizer?

Novo...

Notícia de que as obras do Eixo Norte, que viabilizam a Transposição das águas do Rio São Francisco para o Ceará, estejam novamente sujeitas a paralisações e, consequentemente, mais demora na conclusão, deixou preocupados os participantes do seminário promovido pela Comissão Externa da Câmara Federal e a Comissão Especial da Transposição da Assembleia Legislativa, ontem, na AL.

...Atraso?

Segundo o deputado estadual Carlos Matos, se a empresa parar "vamos atrasar a conclusão da transposição em um ano e meio". Já o deputado federal Danilo Forte chamou atenção para o uso das verbas do Ministério da Integração Nacional. Para ele, os valores efetivamente empregados nas obras da Transposição são muito inferiores às verbas alocadas para a Pasta.

"As obras seguem lentas e, segundo informações, a empresa está atravessando dificuldades financeiras e poderão ser interrompidos os trabalhos por falta de recursos"

Raimundo Gomes de Matos
Deputado Federal (PSDB)

Tem mais...

Encontro Fortaleza será sede, no próximo dia 25 de abril, do 20º Fórum Permanente dos Direitos Humanos. Realização do Instituto Brasileiro de Direitos Humanos (IBDH). Debates versarão sobre "Os refugiados ambientais no século XXI".

Estreia Partido Novo, que apresentará seu diretório estadual, amanhã à noite, na Assembleia, está presente em 19 estados e lançará, nas eleições de 2018, candidatos a deputado federal e estadual, senador e, em vários estados, a governador.

25 anos Grande batalhador pela implantação do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Ceará, José Ramos Torres de Melo Filho, que foi presidente da Federação da Agricultura e Pecuária, será homenageado pela Assembleia, em sessão solene proposta pelo deputado Carlos Matos.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.