coluna

Paulo César Norões: centro pode ser decisivo

pc

Paulo Cesar Norões

Colunista de Política • pcnoroes@diariodonordeste.com.br

01:00 · 02.08.2018

Não era à toa que vários candidatos, de uma ponta a outra do espectro político, brigavam pelo apoio dos partidos que formam o tão criticado Centrão. Bastou garantir DEM, PP, PR, SD e PRB ao seu lado, candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) passou de desacreditada a potencial participante do segundo turno. Não é que esses partidos tenham tantos votos. Mais do que isso, eles garantem ao tucano a visibilidade necessária para que ele possa ir atrás de um eleitor ainda órfão: o de centro. As pesquisas até aqui têm privilegiado candidatos com perfil mais próximo da esquerda ou da direita. Daí Lula (PT), Bolsonaro (PSL), Ciro (PDT) e Marina (Rede) serem os mais lembrados. Pela lógica, o candidato que conquistar o eleitor de centro, se chegar terá mais chance de atrair os votos do candidato de direita ou de esquerda que não chegar lá.

Duas chapas

politica

Pelo que se depreende das palavras do presidente do PT Ceará, Moisés Braz (foto), e a reiterada disposição de Camilo Santana de afirmar que Eunício Oliveira terá seu apoio na reeleição, vai ficando claro que não só a proporcional, mas também a chapa majoritária governista vai se dividir em blocos. Um em torno do governador e o outro do presidente do Congresso. Uma chapa apoiando a outra, evidentemente.

Fogo

Os Bombeiros foram acionados para debelar um princípio de incêndio num dos refletores do Plenário da Assembleia Legislativa durante a sessão de ontem, primeiro dia após o recesso. No momento, discursava o deputado Yuri Guerra (PP), que, concentrado na fala, não viu que "pegava fogo" no teto. Os demais parlamentares inscritos ontem terão tribuna garantida na sessão de hoje.

Pessoa

Expectativa era um nome do Cariri, mas a escolhida para vice do General Theophilo foi uma vereadora de Caucaia. Oposição ganha mais força no eleitorado da Região Metropolitana de Fortaleza, onde teve o melhor desempenho nas duas últimas eleições. Com Emília Pessoa, a chapa oposicionista fica no perfil traçado por Tasso Jereissati, só com nomes novos na cena política cearense.

Apoio cultural

Emília Pessoa foi a quinta vereadora mais votada em Caucaia, em 2016. Mesma eleição em que seu pai, Eduardo Pessoa, falecido no ano passado, foi derrotado por Naumi Amorim para prefeito. General Theophilo diz que já conhecia Emília e que era sua preferida para vice. A chapa completa, com os candidatos ao Senado Mayra Pinheiro e Eduardo Girão, será apresentada no sábado, em Caucaia.

Resíduos sólidos

Secretário Paulo Henrique Lustosa, de Cidades, no Ministério do Planejamento, em Brasília, para assinar adesão do Ceará ao projeto de PPP's em resíduos sólidos do Governo Federal, resultado de articulação do conselheiro da Arce e presidente da Associação Brasileira de Agências Reguladoras, cearense Fernando Alfredo Franco. Com isso, Juazeiro do Norte ganhará seu aterro sanitário.

"Parece que a Assembleia Legislativa está instalada em Marte e parece que os senhores são lunáticos"
Ely Aguiar, deputado estadual (DC), em crítica à falta de debate sobre segurança pública na Casa, no momento em que facções desafiam o Poder Público com seguidos ataques a prédios públicos e queima de ônibus

Tem mais...

Encorpando Como quem não quer nada, presidenciável do Podemos, Álvaro Dias, vai construindo uma coligação para não passar despercebido no horário eleitoral. Depois de fechar acordo com o PSC, Álvaro Dias conseguiu oficializar o apoio do PRP.

Vice Enquanto a maioria dos candidatos ainda está atrás de um vice, Álvaro Dias já anunciou o seu. Será o ex-presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro (PSC), que chegou a ser pré-candidato a presidente, mas desistiu.

Dispersão Não é só em termos nacionais que a esquerda está fragmentada. Segundo levantamento do jornal O Globo, PT, PDT, PSB e PCdoB estão juntos em apenas cinco estados por enquanto, a poucos dias do fim das convenções.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.