recursos

Audiência pública sobre a Santa Casa

01:00 · 27.04.2018 / atualizado às 10:20

O vereador Eron Moreira (PP) foi à tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza, na manhã de ontem, para defender a realização de uma audiência pública para discutir a situação financeira da Santa Casa da Misericórdia de Fortaleza. De acordo com o parlamentar, a informação é de que, por falta de Orçamento, cirurgias só estariam sendo realizadas nos primeiros dez dias de cada mês, ficando nos 20 dias restantes todo o pessoal e equipamentos ociosos.

Recentemente, na Assembleia Legislativa, o deputado Heitor Férrer (SD) também questionou a situação financeira da Santa Casa. Ele pediu ajuda do Governo do Estado, justificando a grande contribuição que aquele hospital filantrópico presta à saúde dos fortalezenses.

Ontem, segundo o vereador, as informações que foram repassadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) apontam que a principal causa para a falta de verbas seria a queda de recursos federais. "É importante que a gente diga que não podemos aceitar o que o golpista (presidente Michel) Temer (MDB) está fazendo", afirma. O parlamentar declarou que, na próxima quarta-feira (2), deve receber representantes do corpo de cirurgiões do hospital e do Sindicato dos Médicos para discutir o tema, antes da realização da audiência pública solicitada.

Ele propõe que o debate seja realizado em conjunto com a Assembleia Legislativa. De acordo com Eron, o espaço será uma oportunidade para entender quais são os problemas no equipamento. "Você escuta na mídia, mas não sabe exatamente o que está acontecendo".

Da tribuna, ele afirmou que os profissionais do hospital "estão em uma cruzada para que a instituição possa ter uma dotação orçamentária que atenda a todos os serviços". Para o vereador, é preciso chegar a uma solução que contemple usuários da Santa Casa e seus profissionais.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.